IPO de dona de sites de comparação de preços Mosaico movimenta R$ 1,2 bi

Mosaico afirmou que usará os recursos da oferta primária para a quitação de financiamento com o BTG Pactual

Por Paula Arend Laier e Carolina Mandl, da Reuters

Ouvir notícia

 

Notas de dinheiro
Cédulas de R$ 100 e R$ 50
Foto: USP Imagens

A plataforma digital Mosaico, dona dos sites Zoom, Buscapé e Bondfaro, precificou oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inflês) a R$ 19,80 por papel nesta quarta-feira (4) movimentando R$ 1,2 bilhão, de acordo com dados à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A operação da companhia baseada no Rio de Janeiro consistiu na distribuição primária de 29.220.780 papéis, somando R$ 578,6 milhões; e distribuição secundária de 32.142.862 ações, no total de 636,4 milhões de reais, incluindo a colocação dos lotes adicional e suplementar.

A Reuters noticiou mais cedo a precificação do IPO, que ficou no topo da faixa indicativa entre R$ 15,40 e R$ 19,80.

A Mosaico afirmou que usará os recursos da oferta primária para a quitação de financiamento com o BTG Pactual, bem como ampliação da participação no mercado de comércio eletrônico. As units do BTG Pactual dispararam 7,7% nesta sessão, para a máxima de fechamento de R$ 106,47.

BTG Pactual, Itaú BBA, Goldman Sachs, XP Investimentos e JPMorgan foram os coordenadores da operação.

As ações da Mosaico, que se apresenta como a maior plataforma digital de conteúdo e originação de vendas para o comércio eletrônico no Brasil, estreiam no Novo Mercado da B3 na sexta-feira (5) com o código “MOSI3”.

Nos nove meses até o final de setembro de 2020, a companhia teve receita líquida de R$ 160,7 milhões, com Ebitda de 56,7 milhões e margem de 32,28%. O lucro líquido no período somou R$ 33,9 milhões, com margem de 21,06%.

Mais Recentes da CNN