Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Kalunga, Tok&Stok, Big: lista de empresas que querem entrar na B3 só aumenta

    A entrada de novos investidores na bolsa foi um fenômeno que ganhou destaque em 2020 e que, ao que tudo indica, continuará crescendo em 2021

    Capa do podcast Abertura de Mercado
    Capa do podcast Abertura de Mercado Foto: CNN Brasil

    Fernando Nakagawada CNN

    Ouvir notícia

    Um dos lançamentos mais esperados para a B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, é o da mineradora CSN Mineração, a maior concorrente da Vale no Brasil. A empresa pretende movimentar até R$ 8 bilhões com a venda de ações. 

    No episódio de hoje:

    – Outras empresas que pretendem entrar na bolsa este ano são o Banco BV, o Grupo Big, a rede de papelarias Kalunga e as empresas de móveis e decoração Tok&Stok, Mobly e WestWing;

    – Tem até funerária interessada em lançar sua oferta pública inicial: o grupo gaúcho Cortel tem dez cemitérios e cinco crematórios no Brasil;

    – Para os investidores que estão interessados em acompanhar esses novos IPOs e outras mudanças no mercado financeiro em 2021, o CNN Business ouviu especialistas para atualizar a carteira de ações sugeridas;

    – Entre as sugestões, estão as ações da própria bolsa, a B3;

    – Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, foi eleito pela revista britânica The Banker como o melhor presidente de banco central de 2020;

    – O Ministério da Economia está dificultando a exportação de agulhas e seringas para vacinação da população contra a Covid-19;

    – O governo prorrogou as medidas emergenciais para transporte aéreo;

    – Com a pandemia, o prazo para remarcação ou reembolso de voos tinha sido prorrogado até o fim de 2020. Agora, com a prorrogação, vai até 31 de outubro deste ano;

    – O agravamento da pandemia, mais uma vez, está fazendo com que a crise se prorrogue no setor aéreo, e por isso muitas passagens estão bem abaixo do preço usual;

    – Em caminhada na praia antes da virada do ano, o presidente Jair Bolsonaro voltou a falar do fim do auxílio emergencial e disse que a capacidade de endividamento do governo já está no limite;

    – Também no feriado, Bolsonaro publicou a medida provisória com o novo salário mínimo;

    – O valor foi de R$ 1100, maior que os R$ 1088 previstos. Ainda assim, trata-se de um ajuste pela inflação, e não de um aumento real;

    – Janeiro também começa com uma notícia boa para quem estava assustado com o aumento da conta de luz. Desde o Réveillon, voltou a operar a bandeira amarela para cobrança de energia;

    – Em dezembro, a Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel, havia imposto a bandeira vermelha em função do nível baixo de água nos reservatórios. As chuvas permitiram o retorno para a bandeira amarela;

    – E nos Estados Unidos, Trump ainda não aceitou a derrota nas urnas. Ele ligou para o secretário de estado da Geórgia e pediu que ele “encontrasse” votos para reverter a decisão das eleições. 

    Na agenda desta segunda-feira (4), o Ministério da Economia divulga às 15h o resultado da balança comercial de dezembro e de todo o ano de 2020. No exterior, saem os dados antecedentes sobre a atividade econômica na Alemanha, Zona do Euro e Estados Unidos. Os membros do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, também discursam ao longo do dia. 

     

     

    Mais Recentes da CNN