Levantamento aponta quais empresas devem pagar mais dividendos em 2022; confira

Bradespar, Petrobras e Vale estão entre as empresas com projeção de maior taxa de rendimento neste ano

Expectativa é de taxas de retorno de investimento via dividendos maiores em 2022
Expectativa é de taxas de retorno de investimento via dividendos maiores em 2022 Marcello Casal Jr/Agência Brasil

João Pedro Malardo CNN Brasil Business

em São Paulo

Ouvir notícia

Um levantamento realizado pela plataforma de investimentos Economatica reuniu as ações das empresas que são candidatas a serem boas pagadoras de dividendos ao longo de 2022. O levantamento inclui companhias como Bradespar, Petrobras e Vale.

Ao todo, foram 23 ações com projeção de taxa de retorno com dividendos, ou dividend yield, superior a 9,25% em 2022. O dividendo é a parte do lucro da empresa repassado aos detentores de suas ações.

O valor foi escolhido pela Economatica baseado na taxa básica de juros, a taxa Selic, atual, de 9,25% ao ano. O setor de energia elétrica lidera a lista, com cinco ações, seguido do de siderurgia e minerais metálicos, com três.

Os segmentos de incorporadoras e de exploração, refino e distribuição possuem dois papéis cada, com outros oito segmentos tendo uma ação cada um.

Segundo o levantamento, a ação ordinária da Bradespar (BRAP3) é a que tem a maior projeção de pagamento de dividendos em 2022, com um dividend yield previsto em 44,53%.

Para isso, a Economatica levou em conta que a companhia de investimentos consolidará um lucro em 2021 superior ao de 2020, e manterá sua política atual de distribuição de dividendos.

Além do ativo ordinário da Bradespar, fecham o grupo das cinco ações com maior projeção de taxa de retorno via dividendos o papel preferencial da empresa (BRAP4, com 42,69%), a Metalúrgica Gerdau (GOAU4, com 20,39%), a ação preferencial da Petrobras (PETR4, com 19,87%) e o papel da Vale (VALE3, com 18,77%).

Para o estudo, foram consideradas apenas empresas listadas na bolsa de valores com volume financeiro médio diário superior a R$ 5 milhões por dia em 2021, tendo registrado lucro em 2020 e nos nove primeiros meses do ano passado.

Já a projeção do dividend yield levou em conta a cotação das ações no último dia de negociação em 2021.

A Economatica afirma que “recomenda-se análise mais detalhada das empresas, que o levantamento não considera, antes de efetuar qualquer investimento”.

Ainda segundo a empresa, a taxa de dividendos está, em geral, maior em 2022 devido a uma “elevada desvalorização” de vários ativos em 2021 ante 2020. O dividend yield é calculado dividindo o valor de dividendos pagos em um período pelo preço da ação, multiplicando o resultado por 100.

Em 2021, a plataforma de investimentos fez um levantamento semelhante, apostando na ação da Enauta (ENAT3) como a maior pagadora de dividendos, com dividend yield de 9,64%. O valor real foi de 1,64%.

Porém, a ação que melhor remunerou foi a Syn Proc Tec (SYNE3) com dividend yield de 60,35%. A expectativa no levantamento era de 6,8%.

Onze das 24 ações listadas no ano passado se valorizaram em 2021.

Mais Recentes da CNN