Maioria das Bolsas da Ásia fecha em alta com indícios de recuperação nos EUA

Índices futuros das Bolsas de Nova York tinham altas de até mais de 2%, sinalizando que Wall Street poderá se recuperar de forma sólida das fortes perdas da última semana

Na China continental, porém, as bolsas ficaram no vermelho nesta terça, revertendo ganhos de mais cedo
Na China continental, porém, as bolsas ficaram no vermelho nesta terça, revertendo ganhos de mais cedo REUTERS

Sergio Caldas*, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em alta nesta terça-feira (21), à medida que os índices futuros de Wall Street sugerem uma forte recuperação após o feriado da última segunda-feira nos EUA.

O índice acionário japonês Nikkei subiu 1,84% em Tóquio hoje, a 26.246,31 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 1,87% em Hong Kong, a 21.559,59 pontos, o sul-coreano Kospi se valorizou 0,75% em Seul, a 2.408,93 pontos, e o Taiex saltou 2,35% em Taiwan, a 15.728,64 pontos.

No início da manhã (horário de Brasília), os índices futuros das Bolsas de Nova York tinham altas de até mais de 2%, sinalizando que Wall Street poderá se recuperar de forma sólida após acumular fortes perdas na última semana em meio a temores de que agressivos aumentos de juros levem a economia dos EUA à recessão.

Na segunda-feira, os mercados norte-americanos não operaram devido a um feriado nacional.

Na China continental, porém, as bolsas ficaram no vermelho nesta terça, revertendo ganhos de mais cedo, à medida que a queda de ações ligadas a metais ferrosos se sobrepôs ao bom desempenho de papéis do setor financeiro.

O Xangai Composto caiu 0,26%, a 3.306,72 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,51%, a 2.147,29 pontos.

Oceania

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom predominantemente positivo da Ásia e interrompeu uma sequência de sete pregões de perdas.

O S&P/ASX 200 avançou 1,41% em Sydney, a 6.523.80 pontos.

 

Mais Recentes da CNN