Mercado europeu fecha em alta com commodities apesar de preocupação sobre gás russo

Índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,7%, depois de ter atingido mínimas em seis semanas na abertura

Bolsa de Paris
Bolsa de Paris 17/9/ 2020 REUTERS/Charles Platiau

Anisha SircarSusan Mathewda Reuters

Ouvir notícia

O mercado acionário europeu quebrou uma série de três dias de perdas nesta quarta-feira (27), com ações de materiais básicos em alta de 4,5%, mas a recuperação foi contida após a gigante de energia russa Gazprom interromper o fornecimento de gás para Bulgária e Polônia e após queda na confiança do consumidor alemão.

Exacerbando a crise de energia na Europa, a Gazprom interrompeu o fornecimento de gás à Bulgária e à Polônia por não pagarem o gás em rublos, na resposta mais dura do Kremlin até agora às sanções do Ocidente.

“Os acontecimentos sobre a exportação de gás russo na Europa são um lembrete do potencial para uma escalada da guerra… (e) pairam sobre este mercado no curto prazo”, disse Mark Haefele, diretor de investimentos da UBS Global Wealth Management.

“No entanto, a Europa ainda tem muitas respostas de política fiscal e diplomáticas disponíveis para evitar uma recessão induzida pela energia e, com base nas informações atuais, uma recessão europeia não é nosso cenário-base”.

O índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,7%, depois de ter atingido mínimas em seis semanas na abertura. As mineradoras e as ações de petróleo estenderam os ganhos a um segundo dia consecutivo, com a primeira a caminho de recuperar toda a queda de 6% de segunda-feira.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,53%, a 7.425,61 pontos.
  • Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,27%, a 13.793,94 pontos.
  • Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,48%, a 6.445,26 pontos.
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,63%, a 23.830,11 pontos.
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,46%, a 8.477,70 pontos.
  • Em Lisboa, o índice PSI20 valorizou-se 0,42%, a 5.886,34 pontos.

Mais Recentes da CNN