MP da Eletrobras deve aumentar a tarifa da conta de luz, diz diretor da Abrace

À CNN Rádio, Filipe Soares disse que o texto que será avaliado no Senado traz ‘reservas de mercado’

Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Amanda Garcia, da CNN Brasil

Ouvir notícia

 

A Medida Provisória (MP) da Eletrobras, que será discutida no Senado nesta quarta-feira (16), deve aumentar a tarifa da energia elétrica. Este é o entendimento do diretor técnico da Associação dos Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace), Filipe Soares.

Em entrevista à CNN Rádio, ele explicou que, para a Abrace, o texto da MP – que já foi aprovado pela Câmara dos Deputados – traz “reservas de mercado”.

“A nossa bandeira sempre foi da competição, quando tem competição, conseguimos estimular modelos de mercado mais eficientes. A MP traz reservas de mercado para construção de termoelétricas, tecnologias mais caras, estende contratos”, avaliou. De acordo com o especialista, isso fará com que a tarifa sofra novo aumento.

Soares também opinou sobre o reajuste anunciado pela Agência Nacional de Energia Elétrica da tarifa da bandeira vermelha 2, que já está em vigor no país e é a mais cara. Segundo ele, a medida “vem muito tarde”, já que desde o ano passado a crise já estava instalada.

“O acionamento de usinas termoelétricas começou em outubro do ano passado e as chuvas desde o ano passado são inferiores à média histórica. A implementação sobre a bandeira vermelha vem para corrigir esse custo que já vem sendo pago não só pelas indústrias, mas pelas distribuidoras e pelos consumidores”, disse.

O valor do reajuste ainda não está definido. Atualmente, o custo é de R$ 6,24 pelo consumo de 100 kwh.

Mais Recentes da CNN