Nubank separa R$ 20 milhões para pagar contas e consultas médicas de clientes

Entre as parcerias anunciadas pelo Nubank estão o Hospital Sírio-Libanês e os aplicativos iFood, Rappi e Zee.Dog

 
  Foto: Divulgação

Do CNN Business

Ouvir notícia

Em meio à pandemia de coronavírus, o banco digital Nubank quer ajudar os seus clientes a pagar algumas contas. Não só isso – a tentarem se manter sãos em um momento tão complicado. Para isso, a fintech separou R$ 20 milhões para o pagamento de contas em aplicativos como iFood e Rappi, supermercados, além de custear atendimento médico e psicológico via vídeo conferências.

Entre as parcerias anunciadas pelo Nubank para esta ação está o Hospital Sírio-Libanês, que disponibilizou 1 mil teleatendimentos gratuitos para os clientes do banco. Além dos já citados iFood e Rappi, os clientes também terão benefícios em aplicativos como o Zee.Dog, especializado em vendas de artigos para animais de estimação.

Mas como vão funcionar esses benefícios? Basta mandar uma mensagem para o Nubank para ter almoço grátis? Não é bem assim. Segundo o Nubank, o cliente que estiver precisando de ajuda para pagar contas como refeições no iFood ou até mesmo um atendimento médico para o seu “pet”, precisará entrar em contato com a central de atendimento. Lá, os atendentes farão uma triagem para saber a real necessidade do cliente – e cada caso será tratado individualmente. 

“Vamos além do dinheiro. Doaremos o que temos de mais precioso: nosso tempo e energia para ouvir as pessoas e ajudá-las dentro do que for possível, para além da vida financeira. Esse é o nosso DNA”, afirma David Vélez, CEO e fundador do Nubank, por meio de nota. “A nossa expectativa é dar suporte a dezenas de milhares de pessoas até o final de abril.”

Os R$ 20 milhões vieram, segundo o banco, através da redução de custos internos e também do redirecionamento da verba de marketing para o programa.

Além do pagamento de contas, o Nubank está analisando novas ações para diminuir o impacto do coronavírus na vida financeira dos clientes. Questões relacionadas a empréstimos e atrasos de pagamento da fatura do cartão de crédito estão sendo mais trabalhadas por meio dos canais de atendimento. 

Mais Recentes da CNN