Outono começa com estabilidade nos reservatórios das hidrelétricas

Três dos quatro subsistemas têm níveis acima de 60%; apenas a região Sul enfrenta estiagem

Barragem hidrelétrica de Furnas em São José da Barra
Barragem hidrelétrica de Furnas em São José da Barra 02/02/2022REUTERS/Washington Alves

Elis Barretoda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Mesmo com o início do outono, estação com menor volume de chuvas, os reservatórios das hidrelétricas devem se manter em níveis estáveis no próximo mês de abril, após a estiagem enfrentada em 2021.

Segundo o último boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico, os reservatórios das regiões Norte e Nordeste devem chegar ao fim de março acima de 90% de armazenamento, enquanto o subsistema Sudeste/Centro-Oeste registra volumes acima dos 60%.

Já a região Sul, que sofre com a falta de chuvas desde o fim do ano passado, deve enfrentar níveis abaixo de 40%.

O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Francisco de Assis conversou com a CNN e explicou que a previsão para o primeiro mês da estação é de chuvas dentro dos níveis normais entre as regiões Centro-Norte e Sudeste-Nordeste do país. Para a região Sul, a expectativa é de precipitações abaixo da média.

“O restante do mês de março promete boas chuvas para o Sul do Brasil até a região de São Paulo. Mas maio já começa a estiagem e, em junho, já chove ainda menos que em maio. A região Sul ainda vai sofrer com os efeitos da La Niña, principalmente até meados de outono, e isso pode afetar principalmente a entrada da plantação das safras”, explica o especialista.

O Brasil se recupera da maior crise hídrica dos últimos 90 anos?

Informações do Operador Nacional do Sistema elétrico mostram que os reservatórios de três dos quatro subsistemas encerrarão o mês de março com o armazenamento acima do nível previsto para o fim do mesmo mês de 2021.

Segundo dados do ONS compilados pela CNN, o subsistema Sudeste/Centro-Oeste, responsável por cerca de 70% da capacidade de geração de energia do país por fonte hídrica, foi o que apresentou o maior avanço, com uma previsão de ocupação 75% maior do que no mesmo período do ano passado.

O subsistema deve chegar ao fim de março com 63,9% de energia armazenada. No mesmo período de 2021, a expectativa era de 36,5%.

O subsistema Nordeste apresentou a segunda maior variação, com aumento de 35,6% na previsão para o fim deste mês. Já o subsistema da região Norte deve aumentar em 18,6% o nível dos reservatórios em relação ao mesmo período do ano passado.

Os reservatórios da região Sul foram os únicos que apresentaram um recuo no armazenamento, com queda de 38,9% em relação ao ano passado. A área passa pela maior seca dos últimos 70 anos.

Mais Recentes da CNN