PayPal quer comprar Pinterest por US$ 45 bi com foco em comércio eletrônico, dizem fontes

Combinação que pode produzir mais negócios entre empresas de tecnologia financeira e mídia social no comércio eletrônico

PayPal planeja financiar a aquisição principalmente por meio de ações
PayPal planeja financiar a aquisição principalmente por meio de ações REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração

Greg Roumeliotisda Reuters

Ouvir notícia

A PayPal Holdings fez uma oferta para comprar a rede social Pinterest por US$ 45 bilhões, disseram nesta quinta-feira (20) pessoas familiarizadas com o assunto, uma combinação que pode produzir mais negócios entre empresas de tecnologia financeira e mídia social no comércio eletrônico.

O preço ofertado representa um prêmio de 26% em relação ao valor de fechamento da ação do Pinterest na terça-feira (19), de US$ 55,58.

A PayPal planeja financiar a aquisição principalmente por meio de ações, disseram as fontes. O boom gerado no comércio eletrônico nos últimos meses por causa das medidas de isolamento social ajudou a elevar o valor das ações da PayPal em cerca de 36%, dando à empresa um valor de mercado de quase US$ 320 bilhões.

As ações do PayPal caíam cerca de 3,5% na quinta-feira, enquanto os papéis da Pinterest subiam mais de 10%, para US$ 61,55. As ações da Pinterest, porém, acumulam desvalorização de 16% neste ano.

Mais Recentes da CNN