Preço médio do etanol sobe 4,5% em uma semana no Brasil, diz ANP

Quatro dos sete combustíveis analisados registraram alta no preço médio

No dia 8, a Petrobras anunciou que iria diminuir o preço do GLP para as distribuidoras em 5,58%
No dia 8, a Petrobras anunciou que iria diminuir o preço do GLP para as distribuidoras em 5,58% Getty Images

Beatriz Puenteda CNN

No Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Em alta pela sexta semana seguida, o etanol registrou 4,5% de aumento no preço médio do litro, de acordo com o boletim divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), nesta segunda-feira (18). Na semana do dia 27 de fevereiro até 5 de março, o litro do combustível custava, em média, R$4,615. Já nesta semana, o preço médio é de R$ 5,241.

Os preços médios do etanol subiram em 22 unidades da federação nesta semana. Em São Paulo, por exemplo, o combustível aumentou 5,88%, custando, em média, R$ 5,036. Em oito estados brasileiros, como Roraima, Rio de Janeiro e Amapá, o valor médio do litro já ultrapassou os R$6,00.

Outros três combustíveis registraram aumento do preço na última semana. A gasolina comum ficou 0,37% mais cara. O valor médio do litro custa R$ 7,219. Já a gasolina aditivada teve uma alta de 0,31%, custando R$ 7,314.

O gás de cozinha (GLP), registrou o menor aumento do preço médio, com apenas 0,10% de alta no período de uma semana. O custo médio do botijão de 13 quilos ficou em R$ 113,66.

No dia 8, a Petrobras anunciou que iria diminuir o preço do GLP para as distribuidoras em 5,58%. O novo valor começou a valer já no dia 9. Por conta da medida, o preço do botijão de gás iria de R$ 58,21 para R$ 54,94.

Já o gás natural veicular (GNV) registrou queda de 0,44%. O preço foi de R$ 4,763 para R$ 4,742 por metro cúbico. O óleo diesel e o óleo diesel S10 também ficaram mais baratos. O comum está custando R$ 6,587 e o S10 é precificado a R$ 6,722. As quedas de preço desses combustíveis foram de 0,19% e 0,11%, respectivamente.

Mais Recentes da CNN