Prefeitura de SP recebe 46 propostas para reabertura do comércio

No primeiro dia de análise, federações e associações entregaram documentação para a Vigilância Sanitária

Da CNN

Ouvir notícia

Um levantamento feito pela CNN, aponta que, apenas no primeiro dia de recebimento das propostas de empresas para reabertura de estabelecimentos em meio à pandemia, a prefeitura de São Paulo recebeu 46 pedidos de análise nessa segunda-feira (1º). 

A documentação é encaminhada para fiscalização da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), que deve avaliar a proposta em 15 dias. Em caso de aprovação, será celebrado um termo de compromisso com as entidades de cada setor e as empresas poderão retomar o atendimento presencial. 

Leia também:
Guarulhos tem 4 vezes mais mortes por coronavírus que Campinas
Interior de SP reabre 32 shoppings; país já tem 211 em atividade

Os setores que podem entregar as propostas fazem parte do grupo contemplado pela fase 2 (laranja), na qual a capital está inserida, de acordo com o Plano São Paulo, apresentado pelo governo do Estado.

Caso o compromisso seja firmado, atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio de rua e shoppings centers podem reabrir, com restrições, atendendo a escalas especiais de funcionários, funcionamento reduzido para 4 horas por dia e outras medidas de segurança sanitárias contra a Covid-19. 

Entre os representantes que entregaram a documentação no primeiro dia estão a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrace), Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Secovi, do setor imobiliário. A Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Fenabreve) deve apresentar o plano nesta terça-feira (2). 

(Edição: Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN