“Prévia do PIB” sobe 0,69% em novembro após 3 quedas seguidas, diz BC

Resultado ficou um pouco acima da expectativa do mercado, que esperava alta de 0,65%

Ligia Tuondo CNN Brasil BusinessAnna Russida CNN

São Paulo

Ouvir notícia

A atividade econômica registrou alta de 0,69% em novembro de 2021 ante o mês anterior, após três meses seguidos de queda, de acordo com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado nesta segunda-feira (17). Com a alta, o indicador acumula 4,59% nos 11 primeiros meses do ano passado.

O resultado do mês ficou um pouco acima da expectativa do mercado, que esperava alta de 0,65%. Em outubro, o índice havia registrado uma queda de 0,40%.

Em relação ao novembro de 2020, a alta foi de 0,43%. Já em 12 meses, a alta é de 4,30%.

Conhecido como uma espécie de “prévia do PIB (Produto Interno Bruto)”, o índice calculado pelo BC serve de parâmetro para avaliar o ritmo da atividade ao longo dos meses.

Com 138,08 pontos, o IBC-Br está abaixo dos 139,48 pontos registrados em fevereiro de 2020, último mês antes dos impactos da pandemia na economia brasileira.

As projeções indicam que neste ano o crescimento econômico deve ficar no patamar dos 4%. O número será divulgado oficialmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) no dia 2 de fevereiro.

Na semana passada, os dados de novembro dos setores de comércio varejista e serviços já haviam sinalizado uma melhora na economia, com dados acima da expectativa do mercado.

No entanto, os economistas ainda aguardam dados de dezembro para ter uma ideia melhor de como foi o desempenho da economia no ano. Vale lembrar que no último mês do ano, a variante Ômicron trouxe maior impacto na atividade.

 

Mais Recentes da CNN