Quando começa o saque emergencial do FGTS em 2021?

Medida foi adotada no ano passado para conter os impactos da pandemia e beneficiou 60 milhões de brasileiros com até R$ 1.045

Aplicativo para celulares da Caixa para o FGTS
Aplicativo para celulares da Caixa para o FGTS Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Wesley Santana, colaboração para o CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O governo decidiu reeditar medidas econômicas adotadas no ano passado para ajudar os brasileiros que estão sofrendo efeitos nefastos provocados pela pandemia. É o caso da nova rodada do auxílio emergencial que deve pagar a primeira parcela nesta terça-feira (6). Ao todo, cerca de 45 milhões de pessoas devem ser beneficiadas pela segunda edição do programa.

Outra medida que injetou dinheiro no bolso do brasileiro no ano passado foi o saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Em 2020, mais de 60 milhões de trabalhadores sacaram até R$ 1.045 de contas ativas e inativas.

 A dúvida é: será que haverá uma segunda rodada dos saques do FGTS? Ainda não foi batido o martelo sobre uma nova edição do programa em 2021. No entanto, especulações apontam que, se houver, a medida terá as mesmas configurações da versão passada, com a diferença de que o valor máximo seria de R$ 1.100, que é o salário mínimo vigente.

O CNN Brasil Business entrou em contato com o Ministério da Economia, mas não obteve retorno até a publicação deste texto. Já a Caixa afirmou que “ainda não tem informações sobre o novo saque emergencial”. 

Como foi o saque emergencial do FGTS no ano passado?

Em 2020, o saque emergencial foi permitido para todos os brasileiros que tinham saldo em contas no FGTS. 

Na ocasião, as retiradas seguiram um calendário de pagamentos, de acordo com o mês de aniversário do beneficiário. O primeiro lote foi liberado em 29 de junho para nascidos em janeiro. Já os aniversariantes de dezembro receberam a partir de 21 de setembro. 

Para acessar o valor liberado, os trabalhadores tiveram que baixar e se cadastrar no app Caixa Tem. No aplicativo, podiam movimentar o saldo depositado na Poupança Social Digital. 

Os saques ficaram disponíveis até o dia 31 de dezembro, quando a medida deixou de vigorar. Os valores não movimentados voltaram para as contas do FGTS de origem.

Qual é a diferença entre saque emergencial e saque aniversário?

O saque aniversário é uma modalidade que permite que os trabalhadores recebam anualmente — antes da demissão — parte do saldo disponível em contas ativas . 

O valor de saque depende do saldo disponível. Quanto maior a quantia, menor o percentual. Logo, quem tem até R$ 500 disponíveis na conta pode sacar 50%, enquanto quem tem acima de R$ 20 mil só pode retirar 5%. Segundo a Caixa, mais de 9,7 milhões de pessoas optaram por este serviço no ano passado.

Neste ano, o banco já divulgou o calendário dos pagamentos, iniciado pelos nascidos em janeiro, que receberam a partir de 04/01. O valor correspondente é liberado no primeiro dia do mês de aniversário. 

Para escolher esta modalidade, o trabalhador precisa fazer a opção no aplicativo ou no site do FGTS ou ainda em uma agência da Caixa.

Segundo a instituição, na hora de realizar a operação, o beneficiário deve indicar uma conta, de qualquer banco, para receber o depósito do valor.

Quem deseja voltar à regra anterior, do saque na rescisão contratual, basta fazer a operação inversa. 

Tópicos

Mais Recentes da CNN