Rappi anuncia projeto-piloto de pagamento com criptomoedas no México

Companhia também tem planos de oferecer serviços bancários digitais na Colômbia ainda este ano

Expectativa é ampliar projeto para outros países, como o Brasil
Expectativa é ampliar projeto para outros países, como o Brasil Entregadores do Rappi 15/08/2020 REUTERS/Luisa Gonzalez

Artur Nicocelido CNN Brasil Business*

em São Paulo

Ouvir notícia

O Rappi anunciou nesta segunda-feira (11) um projeto-piloto para o uso de criptomoedas como meio de pagamento. O piloto será realizado no México, mas a perspectiva é que seja replicado em outros países, como o Brasil, a depender do resultado do projeto.

A proposta é que os consumidores comprem créditos do Rappi com criptomoedas, que então poderão ser usados em produtos e servidos da plataforma.

“Estamos estudando o mundo das criptomoedas e acreditamos que o futuro é a interseção do mundo cripto com negócios tradicionais não cripto”, diz Sebastián Mejia, cofundador e presidente do Rappi.

Nesta primeira fase, o Mejia destacou que o projeto tem como meta conectar as carteiras digitais dos clientes com as contas em intermediadoras de criptos para converter as criptomoedas em créditos do Rappi.

“É uma primeira abordagem que nos permitirá aprender e a continuar incorporando o mundo da moeda digital ao Rappi”.

Para a execução do projeto, o Rappi fechou parceria com a Bitso, plataforma internacional de compra e venda de criptomoedas, e a Bitpay, provedora de serviços de pagamentos de bitcoin.

Mais Recentes da CNN