Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia pode revisar fórmula para taxa de trigo se preços aumentarem

    Rússia também planeja estabelecer uma cota de exportação de grãos para o primeiro semestre de 2022, incluindo a de trigo, para garantir a oferta doméstica, disse

    Trigo russo de 12,5% de proteína com carregamento dos portos do Mar Negro para fornecimento na segunda quinzena de novembro estava a US$ 326 a tonelada (FOB) no final da semana passada
    Trigo russo de 12,5% de proteína com carregamento dos portos do Mar Negro para fornecimento na segunda quinzena de novembro estava a US$ 326 a tonelada (FOB) no final da semana passada Foto: Melissa Askew/Unsplash

    Polina DevittDarya Korsunskayada Reuters

    Ouvir notícia

    A Rússia, maior exportador mundial de trigo, pode mudar a fórmula que usa para calcular seus impostos de exportação de grãos, em caso de grande aumento de preços no mercado global, disse o ministro da Agricultura, Dmitry Patrushev, em reunião governamental nesta quarta-feira (10).

    O país, que fornece trigo principalmente para o Oriente Médio e para África, lançou sua tarifa baseada em fórmula para as exportações de grãos a partir de junho como parte das medidas que o governo espera que ajudem a estabilizar a inflação doméstica, que está na máxima de 5 anos.

    O Ministério da Agricultura determina o tamanho da tarifa semanalmente, com base em uma fórmula que considera o imposto em 70% da diferença entre os indicadores de preço informados pelos comerciantes por tonelada de trigo e US$ 200. O imposto está a US$ 69,9 por tonelada de trigo entre 10 e 16 de novembro.

    “No caso de um aumento significativo dos preços globais… digamos até US$ 400 por tonelada ou mais, a fórmula para calcular a tarifa flutuante de exportação será revisada para cima”, disse Patrushev.

    O trigo russo de 12,5% de proteína com carregamento dos portos do Mar Negro para fornecimento na segunda quinzena de novembro estava a US$ 326 a tonelada (FOB) no final da semana passada.

    A Rússia também planeja estabelecer uma cota de exportação de grãos para o primeiro semestre de 2022, incluindo a de trigo, para garantir a oferta doméstica, disse Patrushev.

    Mais Recentes da CNN