Sérgio Rial deixará comando do Santander e assumirá presidência do conselho

O executivo deve seguir como membro do conselho do Grupo Santander na Espanha

Edifício do Santander Brasil em São Paulo (SP) 09/01/2019
Edifício do Santander Brasil em São Paulo (SP) 09/01/2019 Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

Ligia Tuon, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Após sete anos no cargo, Sérgio Rial deixará sua posição de diretor-presidente do Santander e assumirá a presidência do conselho de administração da companhia a partir de 1º de janeiro de 2022. 

O executivo deve seguir como membro do conselho do Grupo Santander na Espanha, além de presidente da Ebury e membro do conselho da PagoNxt, fintech de pagamentos globais da instituição, segundo comunicado divulgado pela empresa nesta terça-feira (27).

 

No lugar de Rial como CEO do Santander Brasil, entrará o atual vice-presidente da área de empresas, Mario Roberto Opice Leão, que também será indicado para uma vaga no conselho de administração. 

O atual vice-presidente de finanças da subsidiária brasileira e membro do comitê executivo, Carlos Rey de Vicente, passa a ser chefe regional da América do Sul para o Grupo Santander.

Sérgio Rial , Mario Roberto Opice Leão and Carlos Rey
Sérgio Rial , Mario Roberto Opice Leão and Carlos Rey
Foto: Santander, Divulgação

 

No comunicado, Ana Botín, presidente executiva do Banco Santander, também agradeceu Rial. “Em 2015, uma das minhas principais prioridades era colocar em prática uma equipe de liderança de destaque no Brasil e, após um processo minucioso, o conselho e eu tínhamos certeza de que Sérgio era a pessoa certa para nós. Desde então, Sérgio e sua equipe ajudaram o Santander Brasil a se tornar um dos bancos mais lucrativos e eficientes da América do Sul (…) Um agradecimento especial a Sérgio por sua liderança nos últimos sete anos, que superou nossas expectativas em todas as frentes”. 

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN