Temendo boicote, empresários cobram compromisso do governo contra desmatamento

Temor de um boicote internacional aos produtos brasileiros por causa da política ambiental acendeu um alerta nas maiores empresas do país

Tiago Américoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O temor de um boicote internacional aos produtos brasileiros devido à política ambiental acendeu um alerta nas maiores empresas do país.

Representantes do setor privado querem uma reunião com o ministro do Meio Ambiente antes de ele embarcar para a COP 26.

Há duas semanas, o Conselho Empresarial Brasileiro Para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), que reúne quase metade do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, divulgou uma carta se comprometendo a reduzir as emissões de gases de efeito estufa até 2025.

A insegurança do empresariado está na dúvida sobre qual postura o governo federal adotará sobre a questão ambiental.

Às vésperas do evento, o governo brasileiro retomou as negociações para o financiamento do Fundo Amazônia. O vice-presidente Hamilton Mourão (PTBR) esteve com o embaixador da Noruega, Odd Magne Rudd, para falar sobre a gestão do fundo.

 

Em um post no Twitter, o norueguês disse que foi uma “boa reunião” e afirmou que os dois países têm algumas discordâncias sobre o Fundo Amazônia, mas que há diálogo.

O Fundo Amazônia foi criado em 2008 para ajudar no combate ao desmatamento na região. A Noruega era a principal financiadora, responsável por 93% dos recursos.

Em 2019, o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) acabou com o comitê orientador do fundo (Cofa) e, desde então, o dinheiro está parado.

De janeiro a setembro deste ano, houve uma redução de 26% nos focos de incêndio na Amazônia. Mas, de acordo com o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), a queda se deve mais às chuvas, que neste ano se anteciparam, do que às ações do governo.

Na próxima quinta-feira (21), o vice-presidente Mourão vai se reunir com o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite.

O encontro servirá para discutir o que o Brasil de fato vai apresentar na COP 26, que acontece no fim do mês em Glasgow, na Escócia.

O evento é considerado crucial para controlar as mudanças climáticas no mundo.

Já se sabe que um dos temas em pauta do governo brasileiro será o fim do desmatamento ilegal até 2030.

 

Mais Recentes da CNN