Uber passa a aceitar Pix como forma de pagamento em todo Brasil

Pagamento é feito diretamente para a plataforma – não para o motorista parceiro

Uber desaconselha o pagamento Pix fora do aplicativo, diretamente ao motorista parceiro
Uber desaconselha o pagamento Pix fora do aplicativo, diretamente ao motorista parceiro DeFodi Images via Getty Images

Sofia Kercherdo CNN Brasil Business*

São Paulo

Ouvir notícia

A Uber anunciou na terça-feira (24) que irá aceitar pagamento por Pix para viagens em todo o território nacional. Segundo a empresa, o pagamento será feito diretamente para a plataforma – não para o motorista parceiro.

Apesar da alternativa já estar disponível desde o início de maio para a maioria dos usuários, ela deve ser expandida para todos até o início de junho.

Além do pagamento das corridas, o passageiro também pode quitar dívidas ou comprar créditos Uber Cash — sistema pré-pago da Uber, que permite adicionar um saldo no app — por meio do Pix.

Como funciona

Ao solicitar a viagem, o usuário deve escolher a opção de pagamento Pix. Confirmando o pedido, o aplicativo irá redirecionar o passageiro a uma página onde um código Pix será gerado.

Para realizar o pagamento, basta copiar o código e utilizá-lo no aplicativo do seu banco. Confirmada a transação, o pedido da viagem é confirmado.

Quando o valor da viagem fica mais alto do que o previsto, o passageiro fica com um saldo a pagar na Uber Wallet. Esse pode ser pago depois da viagem com qualquer método de pagamento, inclusive Pix.

Caso a viagem seja cancelada, o valor é estornado na hora, diretamente na conta do passageiro. Se houver cancelamento com cobrança de taxa, o estorno do Pix é feito já com o valor abatido, porém, no Uber Cash.

Como o Pix é feito antes de a viagem ser iniciada, não é possível mudar o meio de pagamento.

A Uber desaconselha o pagamento Pix fora do aplicativo, diretamente ao motorista parceiro.

Sobre as gorjetas, ainda não é possível fazer o pagamento do valor extra com Pix.

*Sob supervisão de Ana Carolina Nunes

Mais Recentes da CNN