Usiminas reverte prejuízo e registra lucro líquido de R$ 1,205 bi no 1º tri

A companhia informou que esse valor representa a sua maior receita líquida trimestral desde a incorporação da Cosipa, em 2009

Foto: Alexandre Mota/Reuters

Wagner Gomes,

do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

 A Usiminas reverteu o prejuízo de R$ 424 milhões registrado no primeiro trimestre de 2020 em lucro líquido de R$ 1,205 bilhão entre janeiro e março de 2021. Na comparação com o quarto trimestre do ano passado, o lucro é 37% menor, principalmente pelo registro de R$ 737 milhões positivos relacionados ao impairment registrado no trimestre anterior, “sem efeito similar nesse período, e perdas cambiais líquidas de R$ 355 milhões no primeiro trimestre de 2021, ante ganhos cambiais de R$ 286 milhões no quarto trimestre do ano passado”.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 2,420 bilhões no primeiro trimestre deste ano, avanço de 325% em relação ao registrado no mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 569 milhões.

A receita líquida da companhia ficou em R$ 7,066 bilhões entre janeiro e março de 2021, alta de 86% ante o mesmo período de 2020. No relatório de resultados divulgados na manhã desta sexta-feira, a Usiminas informa que esse valor representa a sua maior receita líquida trimestral desde a incorporação da Cosipa, em 2009. Houve avanço da receita líquida em todas as unidades de negócio, com destaque para a Unidade de Siderurgia e Unidade de Transformação do Aço.

Tópicos

Mais Recentes da CNN