Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    95% do mercado diz não confiar em Lula, mas 67% acredita em Campos Neto, afirma pesquisa Quaest

    Pesquisa foi feita entre 4 e 8 de maio e entrevistou 92 representantes de fundos de investimento de São Paulo e Rio de Janeiro; para 60% do mercado, Fernando Haddad não é confiável

    José Dias/PR e Marcelo Camargo/Agência Brasil / Montagem CNN

    Tamara Nassifda CNN

    em São Paulo

    Segundo a pesquisa “O que pensa o mercado financeiro”, da Genial/Quaest, divulgada nesta quarta-feira (10), 95% do mercado financeiro não confia no presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    Na mesma amostra, 67% dizem acreditar no presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto.

    Os dois líderes fazem parte dos extremos da pesquisa: enquanto Campos Neto é tido como o mais confiável entre os nomes assuntados, Lula fica em terceiro lugar entre os menos confiáveis para o mercado, abaixo apenas de Gleisi Hoffmann, presidente do PT, e Aloizio Mercadante, do BNDES — ambos empatados com 99% de desconfiança.

    Na sequência, vem o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, com descrença de 88% dos agentes financeiros, e o ex-presidente Jair Bolsonaro, com 86%.

    Rodrigo Pacheco (PSD), presidente do Senado, vem em seguida, com 67%. Arthur Lira (PP), da Câmara dos Deputados, pontua 63%, enquanto Fernando Haddad e Simone Tebet, ministros da Fazenda e do Planejamento, respectivamente, marcam 60% e 57%.

    Da outra ponta, Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, tem a confiança de 45% do mercado financeiro. Tarcísio de Freitas (Republicanos), governador de São Paulo, marca 51%.

    O levantamento foi feito entre 4 e 8 de maio e entrevistou 92 representantes de fundos de investimento de São Paulo e Rio de Janeiro, entre economistas, gestores, analistas e tomadores de decisão.