Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Alckmin diz que governo estuda um Desenrola voltado a empresas endividadas

    Vice-presidente também defendeu discussão de alternativas à desoneração da folha de pagamentos

    Por Maria Carolina Marcello, da Reuters

    O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), afirmou nesta terça-feira (28) que o governo estuda uma renegociação de dívidas para empresas inadimplentes, a exemplo do Desenrola Brasil, programa voltado a pessoas endividadas.

    Em abertura de fórum destinado às áreas de comércio e serviços, Alckmin, que ocupa interinamente a Presidência da República devido à viagem ao exterior do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), também defendeu a discussão de alternativas à desoneração da folha de pagamentos a setores da economia após o encerramento do debate sobre a reforma tributária, ainda em análise no Congresso Nacional.

    Ele ponderou que uma das saídas seria substituir a desoneração da folha de pagamento por um percentual do faturamento.

    Na semana passada, Lula vetou a íntegra do projeto que prorrogava a desoneração da folha de pagamentos a 17 setores até 2027.

    A decisão ocorreu em meio aos esforços do governo para promover ajustes nas contas públicas e cumprir a meta fiscal de déficit zero em 2024.

    Veja também: Arrecadação do governo federal cresce e atinge R$ 215 bi em outubro