Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apple lança iOS 16 com tela de bloqueio renovada e mudanças no iMessage

    Usuários do iPhone da Apple poderão adicionar widgets na tela de bloqueio para obter informações rapidamente, como os próximos eventos do calendário e o clima

    Evento da Apple para desenvolvedores, Worldwide Developers Conference é transmitido ao vivo no site da companhia
    Evento da Apple para desenvolvedores, Worldwide Developers Conference é transmitido ao vivo no site da companhia Reprodução / Apple

    Samantha Murphy Kellydo CNN Business

    A Apple iniciou sua conferência anual de desenvolvedores apresentando seu software móvel de última geração, o iOS 16, com novos recursos que permitirão aos usuários personalizar suas telas de bloqueio e alterar a forma como enviam mensagens de texto aos amigos por meio do iMessage.

    Em sua Worldwide Developers Conference, que começou na segunda-feira, a Apple disse que adicionará mais recursos ao iMessage, incluindo a capacidade de editar ou cancelar o envio de mensagens. A empresa disse que essas duas opções estão entre os recursos mais solicitados pelos usuários.

    A Apple também provocou várias novas opções para personalizar melhor a tela de bloqueio e melhorar a experiência de notificações. Os usuários do iPhone da Apple poderão adicionar widgets na tela de bloqueio para obter informações rapidamente, como os próximos eventos do calendário e o clima.

    Os usuários do iOS poderão rastrear atividades “ao vivo”, como o progresso de uma viagem Uber ou atualizações em um jogo esportivo. E o software oferecerá papéis de parede mais personalizados para a tela de bloqueio e a capacidade de embaralhar as opções ao longo do dia.

    As atualizações da Apple, que provavelmente serão lançadas ainda este ano, se estenderam a seu ecossistema mais amplo de produtos e serviços, de pagamentos a carros.

    A versão mais recente do CarPlay virá com widgets personalizados controlados pelo iPhone e capazes de rodar em todas as telas de um carro. Enquanto isso, os usuários de iOS nos EUA poderão parcelar os pagamentos por 8 semanas no Apple Pay, semelhante a um serviço “compre agora, pague depois”.

    A Apple também continua apostando em recursos de saúde. Em breve, o Apple Watch oferecerá suporte a novos recursos de treino personalizados, incluindo zonas de frequência cardíaca e dados sobre a passada de um corredor.

    Além disso, o rastreamento aprimorado do sono monitorará quando um usuário entrar e sair do sono leve e profundo. Um novo aplicativo de medicamentos permitirá que os usuários rastreiem, gerenciem e compreendam os medicamentos que as pessoas tomam e notifica os usuários quando tomá-los.

    Enquanto o evento se concentrou em software, a Apple fez alguns anúncios de hardware.

    A Apple apresentou um MacBook Air mais fino, mais leve e mais rápido, projetado em torno de seu novo processador interno M2. O MacBook Air de 13,6 polegadas é 25% mais brilhante do que antes, suporta carregamento MagSafe e possui uma câmera frontal aprimorada com o dobro da resolução do modelo anterior.

    Com uma CPU de 8 núcleos, a Apple disse que o chip M2 promete desempenho 18% maior que o chip M1. O processador também vem com uma GPU de 10 núcleos – o dobro do M1 – juntamente com um desempenho gráfico 25% melhor.

    O MacBook Air começa em U$ 1.099 e o MacBook Pro começa em U$ 1.299.

    Alguns observadores da indústria também têm esperança de que a Apple (AAPL) possa oferecer uma visão antecipada de uma plataforma que se chama RealityOS. O sistema pode alimentar o fone de ouvido de realidade mista – um dispositivo vestível que se diz ser capaz de VR e AR – no qual a Apple está trabalhando há anos.

    O evento da Apple está sendo transmitido ao vivo em seu site e no canal da empresa no YouTube.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Tópicos

    Tópicos