Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Associação dos EUA chega a acordo provisório enquanto greve dos roteiristas continua no país

    Resolução "histórica" ocorre para salários, horas de trabalho, resíduos e até mesmo inteligência artificial

    Em uma indústria onde muitas vezes pode haver sobreposição, alguns escritores em greve expressaram preocupação com os efeitos em suas negociações
    Em uma indústria onde muitas vezes pode haver sobreposição, alguns escritores em greve expressaram preocupação com os efeitos em suas negociações GR Stocks/Unsplash

    Ramishah Marufda CNN

    Nova York

    O Directors Guild of America (Sindicato dos Diretores) chegou a um acordo provisório “histórico” para salários, horas de trabalho, royalties para artistas e até mesmo inteligência artificial na noite de sábado, enquanto a greve dos roteiristas continua.

    O pacto foi alcançado para definir os termos de um novo acordo coletivo de trabalho de três anos com a Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP), a associação que representa os estúdios. O contrato com a AMPTP foi definido para expirar em 30 de junho.

    “Concluímos um acordo verdadeiramente histórico”, disse Jon Avnet, presidente do comitê de negociações das equipes de direção em um comunicado. “Ele fornece melhorias significativas para cada Diretor, Diretor Assistente, Gerente de Produção de Unidade, Diretor Associado e Gerente de Palco em nossa Guilda.”

    Em um vídeo enviado no sábado, Chris Keyser, co-presidente do comitê de negociação da Writers Guild (Sindicato dos Roteiristas), disse que seu grupo não vai desistir até que alcance “o contrato que merece”, já que a greve entra em sua quinta semana.

    Keyser agradeceu outras indústrias por sua solidariedade, incluindo o Directors Guild.

    “Desejamos à DGA o melhor em suas negociações”, disse Keyser. “(Associações irmãs) nos dão força, mas somos fortes o suficiente. Sempre fomos fortes o suficiente para conseguir o acordo de que precisamos usando apenas o poder do escritor.”

    Em uma indústria onde muitas vezes pode haver sobreposição, alguns escritores em greve expressaram preocupação com os efeitos em suas negociações.

    “Como diretor, fico feliz em saber que as negociações foram frutíferas. Como roteirista, temo que isso signifique que a greve vai durar muito tempo, embora tenhamos que ver o que os atores farão…”, Thunder Levin, um diretor que também foi roteirista dos filmes “Sharknado”, tuitou no domingo.

    Os 19 mil membros do Sindicato dos Diretores veriam um aumento salarial de 5% no primeiro ano, 4% no segundo e 3,5% no terceiro ano. Os diretores assistentes também teriam sua jornada de trabalho reduzida em uma hora.

    O contrato também proibiria munição real no set. Um juiz do Novo México aprovou recentemente um acordo em um processo de homicídio culposo em fevereiro de 2022 movido pela família de Halyna Hutchins, a diretora de fotografia que foi morta a tiros no filme “Rust”, em 2021, de acordo com documentos obtidos pela CNN.

    Um programa piloto para exigir supervisores de segurança também entraria em vigor.

    O acordo também colocaria por escrito uma cláusula sobre o uso de inteligência artificial, afirmando que “IA não é uma pessoa e que a IA generativa não pode substituir as funções desempenhadas pelos membros”.

    E, pela primeira vez, os royalties globais de streaming de vídeo por demanda seriam pagos com base no número de assinantes internacionais, resultando em um aumento de 76% nos ganhos estrangeiros para os maiores serviços.

    O acordo provisório será submetido ao conselho nacional das associações em uma reunião especial do conselho na terça-feira. As negociações formais entre as entidades e a aliança dos produtores vinham acontecendo desde o início de maio. A

    CNN entrou em contato com a AMPTP e o Writers Guild para comentários.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original