Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Wall Street fecha sem sinal único, após encontro de dirigentes dos bancos centrais

    Na abertura, Dow Jones caía 0,13%, S&P 500 teve queda de 0,25% e Nasdaq Composite recuava 0,37%

    Pedestres caminham em frente à Bolsa de Valores de Nova York
    Pedestres caminham em frente à Bolsa de Valores de Nova York Reuters/Brendan McDermid

    da Reuters

    Os três principais índices acionários de Nova York fecharam nesta quarta-feira (28) sem sinal único após abrirem em queda e se recuperarem em meio a falas de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e de dirigentes de outros bancos centrais durante evento do Banco Central Europeu (BCE).

    No ajuste de fechamento, o índice Dow Jones caiu 0,22%, a 33.852,66 pontos; o S&P 500 teve queda de 0,04%, a 4.376,86 pontos; e o Nasdaq avançou 0,27%%, a 13.591,75 pontos.

    Powell afirmou nesta quarta que o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), que toma as decisões de política monetária, “claramente acredita” que haverá mais altas nos juros. Durante evento do Banco Central Europeu (BCE) em Sintra, porém, ele deixou as opções futuras em aberto, enquanto notou a força da inflação, sobretudo o núcleo de serviços.

    O presidente disse que as expectativas de inflação “permanecem ancoradas” nos EUA, enquanto a economia tem se mostrado “resiliente”. Ele argumentou que o Fed reduziu o ritmo do aperto, com manutenção dos juros na última reunião, para ter mais informações a fim de avaliar os próximos passos.

    As big techs puxaram a alta do Nasdaq, na contramão dos outros dois índices, com destaque para as ações da Tesla, que subiram 2,33%, puxadas pela notícia do acordo com a Volvo para fornecimento de plugues de carregamento nos EUA, Canadá e México a partir de 2024.

    Na esteira, Netflix teve alta de 2,95%, guiada pela elevação do preço alvo para suas ações pela Oppenheimer, e a Nvidia refletiu o temor de restrições americanas à venda de chips para a China e caiu 1,81%.

    “A Nvidia obtém cerca de 20% de sua receita da China, porém, apesar do potencial vento contrário ao comércio de inteligência artificial, o Nasdaq provavelmente ainda terá um primeiro semestre recorde”, avalia Edward Moya, da Oanda.