Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Britânicos assistiram mais ao funeral da rainha do que à coroação de Charles, diz pesquisa

    Números médios de audiência para o serviço de duas horas na Abadia de Westminster chegaram a 18,8 milhões

    Coroação de Charles III também teve desempenho inferior ao do casamento de seu filho mais velho em 2011
    Coroação de Charles III também teve desempenho inferior ao do casamento de seu filho mais velho em 2011 James Manning- WPA Pool/Getty Images

    Anna CoobanXiaofei Xuda CNN

    em Londres

    Mais de 20 milhões de pessoas no Reino Unido sintonizaram para assistir à coroação do rei Charles III no sábado (6), mas a cerimônia atraiu muito menos espectadores britânicos do que o funeral de sua mãe no ano passado.

    Os números médios de audiência para o serviço de duas horas na Abadia de Westminster — a parte principal da cerimônia de sábado durante a qual o rei foi coroado — chegaram a 18,8 milhões, de acordo com dados fornecidos pelo UK Broadcasters’ Audience Research Board (Barb).

    O dia chuvoso começou com o rei Charles III e a rainha Camilla viajando do Palácio de Buckingham para a Abadia de Westminster.

    Observados por multidões aplaudindo e acenando, o casal cavalgou no Diamond Jubilee State Coach puxado por seis cavalos. A carruagem foi construída em 2012 para comemorar o 60º aniversário do reinado da rainha Elizabeth II.

    Segundo Barb, que analisou os números da audiência em 11 canais e serviços de televisão, o número de telespectadores atingiu o pico de 20,4 milhões logo após o meio-dia, quando o rei recebeu sua coroa.

    A BBC obteve a maior participação de longe, com audiência em seus canais BBC One e Two chegando a cerca de 15 milhões, de acordo com números divulgados pela emissora pública do Reino Unido.

    Mas o pico geral de visualizações foi 9 milhões a menos do que o número registrado para o funeral da rainha Elizabeth II, de acordo com relatórios da mídia britânica, enquanto a audiência da BBC caiu cerca de 5 milhões dos 20 milhões que sintonizaram a BBC One para esse serviço em setembro passado.

    Em 1953, mais de 20 milhões de pessoas assistiram à coroação da falecida rainha, segundo estimativas baseadas em pesquisas da BBC da época.

    Câmeras foram instaladas na Abadia de Westminster pela primeira vez para cobrir a coroação, que a BBC descreveu como o primeiro evento de televisão em massa no Reino Unido.

    A coroação de Charles III também teve desempenho inferior ao do casamento de seu filho mais velho em 2011. O casamento do príncipe William e Kate Middleton atraiu um pico de audiência de 20 milhões na BBC, no final da cerimônia na Abadia de Westminster, segundo a emissora.

    Dezenas de dignitários estrangeiros, autoridades britânicas, celebridades e líderes religiosos se reuniram na abadia para a coroação de sábado.

    Ainda assim, a congregação de 2.300 pessoas era muito menor do que em 1953, quando estruturas temporárias tiveram de ser erguidas para acomodar as mais de 8.000 pessoas presentes.

    Após o serviço, 4.000 militares das forças armadas, acompanhados por 19 bandas, participaram da maior procissão militar do Reino Unido em 70 anos, aplaudidos por milhares de espectadores.

    Alguns manifestantes anti-monarquia protestaram contra a coroação de sábado. A polícia metropolitana de Londres disse que prendeu um total de 64 pessoas no sábado por uma variedade de crimes, incluindo “conspiração para causar perturbação pública” e “violação da paz”. Quatro das pessoas presas foram indiciadas pelo crime.

    Republic, o maior grupo anti-monarquia da Grã-Bretanha, disse à CNN no sábado que a polícia prendeu os organizadores do protesto sem fornecer qualquer motivo. O grupo disse em um tweet na segunda-feira (8) que o “protesto foi reduzido para proteger a imagem do rei” e chamou as prisões de “uma desgraça absoluta”.

    Inscreva-se no Royal News da CNN, um despacho semanal que traz a você informações privilegiadas sobre a família real, o que eles estão fazendo em público e o que está acontecendo atrás dos muros do palácio.

    — Duarte Mendonça contribuiu com reportagem.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original