Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cade aprova venda da Marca Neve e Kimberly-Clark para Suzano

    Operação foi anunciada pelas companhias em outubro do ano passado, mas o valor não foi informado

    Kimberly-Clark Brasil irá constituir uma nova empresa para concentrar as atividades do negócio fechado, que será 100% detida pela Suzano
    Kimberly-Clark Brasil irá constituir uma nova empresa para concentrar as atividades do negócio fechado, que será 100% detida pela Suzano Colourblind Kevin/ Unsplash

    Luci Ribeiro, do Estadão Conteúdo

    A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, ato de concentração entre Suzano e Kimberly-Clark Brasil Indústria e Comércio Produtos de Higiene, conforme despacho publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (31).

    Com a decisão, a Suzano adquire a marca Neve e o negócio de tissue, que inclui produtos como papel higiênico, papel toalha e lenços de papel, da Kimberly-Clark no Brasil.

    Segundo o ato aprovado, a Kimberly-Clark Brasil irá constituir uma nova empresa para concentrar as atividades do negócio fechado, que será 100% detida pela Suzano.

    A operação foi anunciada pelas companhias em outubro do ano passado, mas o valor não foi informado. O Estadão/Broadcast apurou à época, porém, que a transação custou cerca de US$ 200 milhões.

    Dentre outros pontos, o parecer sobre o negócio informa que, com a compra, a Suzano levará uma fábrica com capacidade de produção de 130 mil toneladas de tissue, localizada em Mogi das Cruzes (SP), alguns funcionários e uma linha de conversão de papéis tissue atualmente localizada no município de Camaçari, no Estado da Bahia.