Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Coaf fará parte do Ministério da Fazenda no governo de Lula

    O órgão, que atua na prevenção e combate à lavagem de dinheiro, deixa de ser responsabilidade do Banco Central

    O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, durante anúncio de ministros no CCBB Brasília
    O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, durante anúncio de ministros no CCBB Brasília Marcelo Camargo/Agência Brasil

    Da CNN

    Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (2) um decreto que consolida a estrutura do Ministério da Fazenda, comandado por Fernando Haddad no governo de Lula (PT), e determina a volta do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para a pasta.

    O Coaf é a unidade de inteligência financeira do Brasil, que atua na prevenção e combate à lavagem de dinheiro e à corrupção.

    No início do governo de Jair Bolsonaro (PL), o órgão saiu do Ministério da Economia para o Ministério da Justiça, liderado à época pelo ex-juiz Sérgio Moro. Depois, voltou novamente para o comando de Paulo Guedes, na Economia, e depois foi para o Banco Central, onde estava até antes da edição da medida provisória de Lula.

    Também consta na edição desta segunda (2) do DOU a medida provisória que reestrutura os ministérios e outros órgãos federais para o novo governo. Além da volta do Coaf, também foi criada uma nova assessoria de Participação Social e Diversidade no Ministério da Fazenda.

    *Publicado por Fernanda Pinotti, com informações do Estadão Conteúdo