Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Elon Musk volta atrás e diz que “matou” novo selo oficial para contas do Twitter

    Selo, que consistia em uma marca de seleção cinza e a palavra “Oficial” em certas contas, foi apresentado pela primeira vez na noite de terça-feira

    Brian Fungda CNN

    Por Sheila Dang, da Reuters

    Uma nova marca de verificação destinada a identificar melhor contas proeminentes do Twitter se tornou a mais recente fonte de caos na empresa sob o novo proprietário Elon Musk.

    Poucas horas após a estreia do recurso, Musk disse abruptamente nesta quarta-feira (9) que havia “matado” um novo selo de verificação cinza projetado para rotular contas do governo, grandes marcas e meios de comunicação, aumentando a turbulência em uma das empresas de mídia social mais influentes do mundo.

    O novo selo, que consistia em uma marca de seleção cinza e a palavra “Oficial” colocada sob os identificadores de contas pertencentes ao Twitter, às Nações Unidas e meios de comunicação como a CNN, foi apresentado pela primeira vez na noite de terça-feira (8).

     

    O recurso foi criado para diferenciar contas “selecionadas” com verificação de identidade das marcas de seleção azuis que o Twitter disse que em breve oferecerá aos usuários pagantes por US$ 8 por mês, twittou Esther Crawford, diretora de gerenciamento de produtos da empresa.

    O novo emblema começou a ser lançado na manhã de quarta-feira. Mas no final da manhã, os usuários começaram a perceber que o emblema havia desaparecido.

    “Acabei de matar”, tuitou Musk em resposta a um tweet sobre os desaparecimentos. Musk acrescentou: “Observe que o Twitter fará muitas coisas estúpidas nos próximos meses. Vamos manter o que funciona e mudar o que não funciona.”

    Minutos depois, no entanto, Crawford foi forçado a esclarecer o que Musk queria dizer.

    “O selo oficial ainda está saindo como parte do lançamento do @TwitterBlue – estamos apenas focando em entidades governamentais e comerciais para começar”, twittou Crawford. “O que você viu ele mencionar foi o fato de que não estamos focando em dar aos indivíduos o rótulo ‘Oficial’ agora.”

    Apesar disso, contas como NASA, CNN e ONU foram todas despojadas de seus rótulos “oficiais” na tarde de quarta-feira, alimentando a confusão.

    O experimento em tempo real destaca o estilo de gerenciamento improvisado de Musk, que ele aplicou liberalmente em toda a empresa em suas primeiras semanas de propriedade.

    Nos últimos dias, Twitter e Musk foram recebidos com críticas generalizadas sobre o plano da empresa de mudar o significado da marca de seleção azul da identificação de indivíduos confirmados, principalmente figuras públicas, para um novo significado que significa que um usuário pagou pelo Twitter Blue, serviço de assinatura da empresa.

    Especialistas em segurança eleitoral alertaram para a probabilidade de maus atores poderem pagar por uma marca de seleção azul e, em seguida, alterar seus nomes de exibição para se passar por funcionários do governo ou outras fontes autorizadas de informação.

    Após parecer estar pronto para o lançamento do recurso no fim de semana, o Twitter decidiu adiar a implantação até depois do meio do mandato, informou a CNN anteriormente.

    Também no fim de semana, Musk prometeu que contas flagradas se envolvendo em falsificação de identidade não divulgada seriam banidas permanentemente sem aviso prévio, revertendo promessas anteriores de que os chamados “permabans” seriam extremamente raros.

    O Twitter disse na noite de terça-feira que, para resolver a ambiguidade sobre quais contas em sua plataforma foram verificadas – em oposição àquelas que simplesmente pagam US$ 8 por mês por uma marca de seleção azul em seus perfis – a empresa introduziria a marca de seleção cinza como parte de um rótulo “oficial”.

    Uma captura de tela anterior postada por Crawford mostrava como o novo rótulo apareceria. A captura de tela exibia o próprio perfil da conta do Twitter, que incluía a marca de seleção azul padrão ao lado de seu nome de exibição, bem como uma marca de seleção cinza e a palavra “Oficial” abaixo do identificador da conta.

    “Nem todas as contas verificadas anteriormente receberão o rótulo ‘Oficial’ e o rótulo não está disponível para compra”, twittou Crawford na terça-feira. “As contas que o receberão incluem contas do governo, empresas comerciais, parceiros de negócios, grandes meios de comunicação, editores e algumas figuras públicas.”

    Crawford também confirmou que a próxima opção de pagar por uma marca de seleção azul não incluirá um requisito de verificação de identidade.

    “Continuaremos a experimentar formas de diferenciar os tipos de conta”, disse Crawford.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original