Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em reunião com ministros, Lula pede para que obras do PAC Seleções estejam entre as prioridades para o final de ano

    Presidente convocou encontro com chefes das pastas ligadas a área social com objetivo de alinhar expectativas e fazer um pré-balanço do primeiro ano de mandato

    Na abertura do encontro, Lula disse que os ministros só terão 5 dias de descanso no fim do ano, e devem voltar ao trabalho.
    Na abertura do encontro, Lula disse que os ministros só terão 5 dias de descanso no fim do ano, e devem voltar ao trabalho. 01/11/2023REUTERS/Adriano Machado

    Marina Demorida CNN

    Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu, na manhã desta sexta-feira (10), com ministros de pastas de áreas sociais do governo, e pediu pra que uma das prioridades seja tirar as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Seleções do papel.

    Durante o encontro, os ministros apresentaram um balanço ao presidente Lula, das ações das pastas no primeiro ano de governo. Também foram tratadas as expectativas para a reta final de 2023 e para o primeiro semestre de 2024.

    Participaram da reunião com o presidente Lula Margareth Menezes (Cultura), Carlos Lupi (Previdência Social), Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome), Nísia Trindade (Saúde), Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima), André Fufuca (Esporte), Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar), Luiz Marinho (Trabalho e Emprego), e Izolda Cela (Secretária Executiva da Educação).

    Na abertura do encontro, Lula disse que os ministros só terão 5 dias de descanso no fim do ano, e devem voltar ao trabalho. O presidente também afirmou que os feriados aos sábados, no ano que vem, vão ajudar no crescimento do PIB.

    “Esse ano teve muito feriado prolongado. O ano que vem os feriados cairão todo de sábado, significa que o PIB vai crescer um pouco mais porque as pessoas vão ficar um pouco mais ao serviço do mundo do trabalho”, disse.

    Foi o segundo encontro ministerial, em duas semanas. No último dia 3, o presidente havia se reunido com ministros da área que contempla ações de infraestrutura.

    Segundo o ministro da Secretaria de Comunicação, Paulo Pimenta, a intenção do presidente é se reunir nos próximos dias com os demais ministros que compõe os chamados “Ministérios Meios”. Serão convocados os chefes da Advocacia Geral da União, da Controladoria Geral da União, da Secretaria Geral, do Planejamento, dos Direitos Humanos, Igualdade Racial, entre outros.

    PAC Seleções

    Segundo o ministro da Casa Civil, Rui Costa, houve um número recorde de pedidos de prefeitos e governadores para obras e ações de impacto social, como a construção de creches e de unidades básicas de saúde, além da compra de veículos para o transporte escolar e a implementação de unidades móveis de odontologia, entre outros.

    Rui Costa destacou que o orçamento da união não será suficiente para atender a todos os pedidos, por isso será feito um esforço junto a parlamentares, no congresso nacional, para que emendas sejam destinadas aos projetos de maior demanda. O ministro disse que o governo vai pensar em formatos para dialogar com o congresso maneiras de viabilizar os projetos nos municípios.

    Costa também anunciou que o prazo inicial para o envio dos projetos pelos municípios, que se encerraria nesta sexta, foi estendido. “Até domingo meia noite os prefeitos podem enviar as propostas para o PAC. Na segunda a gente começa a colocar a mão na massa e divulgar, chamar os prefeitos pra iniciar os contratos”, disse.

    Veja também: Humberto Costa e Sergio Moro debatem reforma tributária | BRASIL MEIO-DIA