Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mercado eleva previsões para inflação e dólar em meio a incertezas

    Expectativas têm sido guiadas pelas discussões em torno da PEC do Estouro e à demora da equipe do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva de anunciar um nome para chefiar Fazenda

    Elis Barretoda CNN Brasília

    Em meio a um cenário de incertezas gerado pelas discussões sobre a PEC do Estouro e à demora da equipe do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de anunciar um nome para chefiar a Fazenda, o mercado financeiro vem piorando suas previsões para uma série de indicadores.

    O Boletim Focus desta segunda-feira (28) prevê que o IPCA, que mede a inflação oficial no país, encerre 2022 em 5,91%, ante a expectativa de 5,88% projetados na semana anterior, quinta alta consecutiva. Para 2023, a projeção do IPCA teve uma leve alta para 5,02%, enquanto anteriormente a projeção era de 5,01%.

    Além da inflação, o câmbio registrou expectativa de alta pela segunda semana seguida, após uma sequência de 16 semanas de estabilidade. A previsão para o dólar subiu a R$ 5,27 no final de 2022, contra R$ 5,25 na semana anterior. Para 2023, a previsão para a taxa de câmbio foi para R$ 5,25 no final de 2023, contra R$ 5,24 na semana anterior.

    As expectativas para a Selic, taxa básica de juros da economia, deste ano e do próximo ficaram estáveis em 13,75% e 11,50%, respectivamente.

    Para 2022, a previsão de PIB passou de 2,80% para 2,81% de uma semana para outra. Já para 2023, o mercado manteve a expectativa de crescimento de 0,70%.

    Veja os destaques:

    • Alta do IPCA de 5,91% em 2022, ante 5,88% na semana anterior
    • Alta do IPCA de 5,02% em 2023, ante 5,01% na semana anterior
    • Selic em 13,75% no final de 2022, ante 13,75% na semana anterior
    • Selic em 11,50% no final de 2023, ante 11,50% na semana anterior
    • Crescimento do PIB em 2022 de 2,81%, ante 2,80% na semana anterior
    • Crescimento do PIB em 2023 de 0,70%, ante 0,70% na semana anterior
    • Taxa de câmbio de R$ 5,27 no final de 2022, contra R$ 5,25 na semana anterior
    • Taxa de câmbio de R$ 5,25 no final de 2023, contra R$ 5,24 na semana anterior
    • IPCA em 5,27% nos próximos 12 meses, frente a 5,26% uma semana antes