Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Gisele Bündchen e Tom Brady serão acionistas de corretora de criptomoedas

    Modelo e astro da NFL devem assumir cargos na corretora FTX e receberão bônus em criptomoedas

    O jogador de futebol americano Tom Brady e a modelo Gisele Bündchen
    O jogador de futebol americano Tom Brady e a modelo Gisele Bündchen Foto: Instagram/@gisele (14.fev.2020)

    Wesley Santana, colaboração para o CNN Brasil Business

     

    O mundo das criptomoedas acaba de conquistar mais duas celebridades. Nesta terça-feira (29), Gisele Bündchen e Tom Brady anunciaram a compra de uma fatia da corretora FTX, uma das principais do segmento.

    Embora os termos do acordo não tenham sido divulgados, o casal deve assumir cargos na empresa e será remunerado também em criptomoedas. Ambos serão embaixadores da marca e Gisele ainda vai atuar na área de iniciativas sociais. 

    “É um momento incrivelmente emocionante no mundo criptográfico e Sam [CEO] e a equipe revolucionária da FTX continuam a abrir meus olhos para as possibilidades infinitas”, disse o jogador de futebol americano.

    Já Bündchen ressaltou que viu nesta parceria uma oportunidade para aplicar recursos de sustentabilidade e gerar verdadeira transformação na sociedade. “Somos ambos entusiastas que compartilham a crença de que estamos nesta Terra por uma razão maior e que todos nós temos um papel na salvaguarda do nosso planeta”, comentou.

    A chegada dos dois famosos amplia o movimento da FTX em se tornar a principal corretora de criptomoedas do mundo. A marca visa conquistar a confiança do público mais velho, que ainda não confia nos ativos digitais. 

    “Depois de conversar com Tom e Gisele sobre nosso interesse compartilhado em cripto, caridade e fazer o seu melhor, fiquei animado para que eles fizessem parte do que estamos construindo na FTX. Estou animado para anunciar nossa parceria de longo prazo e acredito que seu apoio será enorme para nos ajudar a alcançar nossos objetivos”, ressaltou Sam Bankman-Fried, CEO da FTX.

    Não são os únicos

    Outros famosos, como Ashton Kutcher, também estão no mundo das criptomoedas. Em 2012, o ator americano anunciou a entrada no mercado de bitcoins, quando o ativo ainda não era tão conhecido. 

    Já em 2017, a imprensa internacional noticiou que o jogador Lionel Messi também estaria investindo em moedas digitais. O atleta, inclusive, foi garoto-propaganda da startup Sirin Labs, que desenvolve aplicativos de sistemas descentralizados.