Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    IBGE revisa crescimento do Brasil em 2021 para 5%, de 4,6% estimados anteriormente

    Crescimento da economia acumula alta de 3% nos últimos 12 meses

    Ações mais recomendadas para investir em fevereiro e receber bons dividendos
    Ações mais recomendadas para investir em fevereiro e receber bons dividendos Marcello Casal Jr/Agência Brasil

    Do CNN Brasil Business

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revisou para cima o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 2021 para 5%, de 4,6% estimados anteriormente.

    O novo cálculo é reflexo dos reajustes nos setores de agropecuária, que passou de queda de 0,2% para alta de 0,3% no ano, indústria, que foi de alta de 4,5% para 4,8%, e de serviços, de 4,7% para 5,3%.

    O instituto também revisou os cálculos para o indicador do primeiro e do segundo trimestre deste ano, nas comparações com o mesmo período do ano passado. De janeiro a março, a taxa foi de 1,7% para 2,4%. De abril a junho, de 3,2% para 3,7%.

    O crescimento da economia acumula alta de 3% nos últimos 12 meses.

    No gráfico abaixo é possível ver como a trajetória da economia ficou com as revisões:

    O IBGE também revisou o número do primeiro trimestre deste ano na comparação com o período imediatamente anterior, indo para 1,3%, de 1,1% calculado preliminarmente.

    Para o segundo trimestre, o crescimento foi revisado para baixo. A expansão da atividade no período foi de 1%, após ter inicialmente estimado em 1,2%.

    O instituto divulgou nesta manhã que a economia brasileira registrou crescimento de 0,4% no terceiro trimestre de 2022 em comparação com o período imediatamente anterior. O resultado do trimestre é o quinto positivo seguido após o recuo de 0,3% de abril a junho do ano passado.

    Em relação ao terceiro trimestre de 2021, a alta foi de 3,6%.

    *Publicado por Ligia Tuon