Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Haddad mira retomar patamar de arrecadação em relação ao PIB para 18,5%

    Ministro da Fazenda também afirmou revisão das despesas para queda em menos de 19% e cumprir as regras fiscais

    Ministro da Fazenda, Fernando Haddad
    Ministro da Fazenda, Fernando Haddad 18/10/2023 - REUTERS/Adriano Machado

    Giordanna Neves, Fernanda Trisotto e Amanda Pupo, do Estadão Conteúdo

    O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta segunda-feira (15) que a equipe econômica tem trabalhado para retomar o patamar de 18,5% de arrecadação em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

    Ele disse ainda que continuarão sendo revistos os gastos tributários para equalizar as contas públicas, de uma forma que a despesa caia menos que 19% e ainda assim seja possível cumprir as regras fiscais.

    Às vésperas da divulgação do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025, Haddad reforçou que o quadro de déficit não é novidade no país e que desde 2015 o Brasil enfrenta este cenário estrutural nas contas públicas.

    O ministro repetiu que o esforço é para colocar ordem no quadro fiscal.

    Haddad citou ainda que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a revisão da vida toda permitiu manter a meta primária de déficit zero em 2025, que será divulgada às 16h30 (de Brasília) no PLDO.

    Ele afirmou que, sem essa medida, haveria déficit nas contas no ano que vem.