Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Agência reguladora dos EUA recomenda que aéreas inspecionem portas de aviões da Boeing

    Modelo 737-900ER tem mesmo design de porta que explodiu durante voo

    Boeing entregou 505 unidades da aeronave 737-900ER
    Boeing entregou 505 unidades da aeronave 737-900ER 01/06/2022 - REUTERS/Lindsey Wasson

    por Estadão Conteúdo

    A Administração de Aviação Federal dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) recomendou que companhias aéreas que utilizam aviões Boeing 737-900ER inspecionem as portas de saída de emergência.

    Em comunicado divulgado neste domingo (21) à noite, a agência reguladora disse que o modelo tem o mesmo design de plugue de porta do jato 737 MAX 9 da Alaska Airlines envolvido em um incidente no dia 5 de janeiro.

    Embora o 737-900ER não faça parte da linha MAX da Boeing, a FAA recomendou as inspeções como um passo “adicional de segurança”.

    A Boeing entregou 505 unidades da aeronave 737-900ER para empresas como Alaska Airlines, United Airlines, Delta Air Lines e Lion Air, da Indonésia, segundo dados da própria empresa.