Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Loja online apoiada pela China reforça investimentos com anúncio no Super Bowl e US$ 15 mi em cupons

    Empresa pagou por três anúncios durante jogo e dois após; publicidade de 30 segundos custava de US$ 6,5 milhões a US$ 7 milhões

    Allegiant Stadium, em Las Vegas, palco do Super Bowl LVIII
    Allegiant Stadium, em Las Vegas, palco do Super Bowl LVIII Reprodução/Instagram/Allegiant Stadium

    Juliana Liuda CNN

    Hong Kong

    Um ano depois de fazer sua estreia publicitária no Super Bowl, a plataforma de compras on-line apoiada pela China Temu está redobrando esforços em seu mercado mais importante com um segundo anúncio no maior palco dos Estados Unidos e US$ 15 milhões (R$ 74,31 milhões) em cupons e outros brindes.

    A empresa com sede em Boston – de propriedade da PDD, grupo por trás da empresa chinesa de compras online Pinduoduo – pagou por três anúncios durante o jogo e dois após o jogo. Um porta-voz se recusou a comentar sobre os gastos gerais com publicidade.

    Os comerciais do Super Bowl de 2024 foram vendidos por preços mais altos do que os do jogo do ano passado, com uma faixa de US$ 6,5 milhões a US$ 7 milhões por spot de 30 segundos transmitido no canal de TV CBS, disseram à CNN duas pessoas familiarizadas com as vendas de publicidade deste ano.

    Com um slogan que incentiva os consumidores a “comprar como um bilionário”, o anúncio de Temu apresenta uma compradora animada dançando em meio a “pechinchas” que variam de US$ 0,99 (R$ 4,90) a US$ 9,99 (R$ 49,49).

    “O comercial marca o destaque de uma campanha do Super Bowl que contou com mais de US$ 15 milhões em cupons e brindes”, disse a Temu em comunicado.

    O foco na rápida conquista de participação de mercado, com menos preocupação com as margens de lucro, que é fundamental para a estratégia de Temu, já funcionou bem para outras marcas do varejo como Amazon e Wayfair, de acordo com Seema Shah, vice-presidente de pesquisa e insights da empresa de dados de mercado Sensor Tower.

    “O posicionamento de valor da Temu, a gamificação de seu aplicativo, o aumento nos gastos com publicidade, sua vasta variedade e seu relacionamento próximo com fornecedores são o que acreditamos estar impulsionando o crescimento da empresa”, disse Shah.

    “Dado o tamanho de sua empresa-mãe, a Temu é capaz de ser extremamente competitiva em termos de preços durante todo o ano e entregar produtos rapidamente, mesmo enquanto se expande em novas geografias.”

    A empresa foi lançada nos Estados Unidos em setembro de 2022, alguns meses antes de seu primeiro anúncio no Super Bowl, e desde então expandiu para mais de 15 países, incluindo Reino Unido, México, Alemanha e Austrália.

    A Sensor Tower afirma que o aplicativo da Temu foi o oitavo mais baixado globalmente no ano passado e o número um nos Estados Unidos.

    A empresa de dados disse à CNN que a Temu “cativou completamente os consumidores ao longo do ano passado”, acumulando 51 milhões de usuários ativos mensais somente em janeiro, um aumento de quase 300% em relação aos 13 milhões no mesmo mês do ano passado.

    A marca de e-commerce gastou agressivamente em publicidade e foi a segunda maior gastadora no Facebook durante os últimos três meses de 2024, perdendo apenas para a Amazon, disse a Sensor Tower.

    Esses esforços parecem estar valendo a pena. A Earnest Analytics afirma que a novata “abalou” a indústria de vendas com desconto nos EUA ao atrair compradores da Dollar General e da Dollar Tree.

    O sucesso da Temu também é visto como um fator importante na recente recuperação das ações da sua controladora PDD, que não divulga os lucros do seu empreendimento internacional.

    A PDD relatou lucros de grande sucesso no terceiro trimestre em novembro, superando as expectativas dos analistas.

    Como resultado, a capitalização de mercado do PDD disparou naquele mês, superando pela primeira vez a do antigo rival do comércio eletrônico Alibaba. Em resposta, o cofundador do Alibaba, Jack Ma, apelou a “mudanças” na sua empresa.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original