Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Opep reduz projeção para avanço do PIB Global para 2,7% em 2022 e 2,5% em 2023

    Para o Brasil, a Opep reduziu a previsão para o crescimento do PIB em 2023, de 1,6% para 1,0%, conforme relatório mensal

    Para os EUA, a projeção caiu para avanço de 3,0% do PIB em 2022 e 0,8% em 2023
    Para os EUA, a projeção caiu para avanço de 3,0% do PIB em 2022 e 0,8% em 2023 Frank Busch / Unsplash

    Ilana Cardial, do Estadão Conteúdo

    A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) reduziu suas projeções para o avanço do Produto Interno Bruto (PIB) global em 2022 e 2023, conforme divulgado nesta quarta-feira (12) em relatório mensal.

    A Opep revisou a previsão de 3,1% para 2,7% este ano e de 3,1% para 2,5% no ano que vem.

    Para os EUA, a projeção caiu para avanço de 3,0% do PIB em 2022 e 0,8% em 2023.

    Na zona do euro, as previsões também foram reduzidas e a expectativa é de crescimento de 3,0% do PIB este ano e 0,3% no ano que vem. Para a China, a Opep reduziu a projeção para 3,1% este ano, mas manteve a alta de 4,8% para o próximo ano.

    Para o Brasil, a Opep reduziu a previsão para o crescimento do PIB em 2023, de 1,6% para 1,0%, conforme relatório mensal. Para 2022, o cartel manteve a projeção de avanço de 1,5%.

    No documento, a organização destaca as incertezas em relação ao consumo púbico e o déficit orçamentário do País, assim como altas taxas de inflação.

    Para o curto prazo, a Opep diz que o Brasil parece ter um cenário econômico “bem mais brilhante” do que o visto nos últimos meses de 2022. O resultado das eleições este mês, porém, pode alterar o otimismo da economia, pondera.