Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Preço médio dos alimentos básicos cai quase 10% em setembro nos supermercados em 2 meses

    Pesquisa da Abras mostra que maiores quedas foram no leite, no óleo de soja e no feijão

    Diego Mendesdo CNN Brasil Business

    São Paulo

    A Abras (Associação Brasileira de Supermercados) registrou uma queda de 9,89% no preço de doze itens da cesta de alimentos básicos de largo consumo. A pesquisa, divulgada em primeira mão à CNN Brasil, compara setembro com o último levantamento, que ocorreu em julho deste ano. Em agosto, não houve coleta de dados.

    As maiores baixas foram verificadas no leite longa vida (-15,49%), no óleo de soja (-11,83%), no feijão (-10,17%), no açúcar refinado (-2,17%), na carne bovina (-1,49%), no café moído (-1,26%) e no arroz (-1,06%).

    As altas registradas foram na farinha de mandioca (5,41%), farinha de trigo (3,58%), queijo (3,13%), macarrão (1,77%) e margarina (1,41%).

    A Associação acredita que o movimento de baixa dos preços vai continuar nos próximos meses. “Estamos muito otimistas e temos observado que a queda da inflação já provocou um aumento do poder aquisitivo das famílias”, afirma João Galassi, presidente da Abras.

    “Dados apontam, por exemplo, que o Dia das Crianças terá um aumento importante no consumo. A economia está voltando a aquecer “, analisa Galassi.

    A expectativa também é positiva para o consumo na Black Friday. A Abras cita ainda uma pesquisa do Instituto Ipsos que mostra que a intenção de compras da classe C aumentou 32% na comparação com 2021. As classes A e B apresentaram elevação de 23%.