Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Preços do gás natural nos EUA atingem máxima de 14 anos; entenda

    Crise do combustível na Europa contribui para cenário de alta, mas não é o único fator

    Embora os contratos tenham esfriado um pouco na quarta-feira, eles permanecem em alta de cerca de 70% desde o final de junho
    Embora os contratos tenham esfriado um pouco na quarta-feira, eles permanecem em alta de cerca de 70% desde o final de junho Mariangela Ctr

    Os preços do gás natural nos EUA dispararam para níveis nunca vistos desde 2008, um pico que ameaça compensar os benefícios da queda dos preços na bomba de gasolina.

    Os contratos futuros de gás natural subiram 7% na última terça-feira (16), fechando em US$ 9,33 por milhão de unidades térmicas britânicas (BTU), o maior preço de fechamento desde 1º de agosto de 2008. Embora tenham esfriado um pouco na quarta-feira, eles permanecem em alta de cerca de 70% desde o final de junho.

    E o gás natural subiu impressionantes 525% desde que fechou em US$ 1,48 em junho de 2020, quando a Covid-19 fechou grande parte da economia dos EUA.

    O pico do verão está sendo impulsionado em parte pela alta demanda, já que as temperaturas escaldantes em grande parte do país forçam os americanos a aumentar o uso do ar condicionado. Isso, por sua vez, reduziu os níveis de estoque relativamente baixos.

    “Tivemos essa onda de calor permanente cozinhando os Estados Unidos”, disse Robert Yawger, vice-presidente de futuros de energia da Mizuho Securities.

    À medida que as temperaturas caem neste outono e inverno, o pico de gás natural sinaliza um choque para as famílias. O gás natural não é apenas a principal fonte de combustível para a rede elétrica, mas também a maneira mais popular de aquecer residências nos Estados Unidos.

    “Dependendo do clima, pode ser um inverno desafiador”, disse Rob Thummel, gerente sênior de portfólio da Tortoise Capital Advisors. “Mas não tão desafiador quanto na Europa. Eles correm o risco de ficar sem gás natural. Nós não.”

    Preços do gás natural na Europa

    A crise do gás natural na Europa está sendo impulsionada por sua dependência da energia da Rússia, que reduziu os fluxos do combustível para o bloco em resposta às sanções ocidentais.

    A União Europeia foi forçada a fazer planos para racionar o gás natural, uma medida drástica que prejudicou famílias e empresas. Isso fez com que os preços do gás natural dispararam tanto que ameaçaram levar a economia do continente à recessão.

    Para contextualizar, os preços do gás natural na Europa estão sendo negociados em níveis equivalentes a cerca de US$ 70 por milhão de BTUs, de acordo com Andy Lipow, presidente da Lipow Oil Associates. Isso é cerca de sete vezes maior do que os preços nos Estados Unidos.

    Mas isso é pouco consolo para os americanos que lutam com preços altos em supermercados, lojas de roupas e restaurantes.

    Mesmo com o aumento dos preços do gás natural, os preços do petróleo caíram, ajudando a reduzir drasticamente os preços da gasolina. A média nacional do combustível comum caiu 64 dias seguidos, segundo a AAA.

    Exportações para a Europa

    Analistas dizem que a crise do gás natural na Europa está contribuindo para os preços mais altos da commodity nos Estados Unidos, embora não seja o principal fator.

    Os Estados Unidos aumentaram suas exportações de gás natural liquefeito (GNL) para a Europa em um esforço para mitigar o impacto da perda de gás russo.
    “Cada molécula extra que podemos encontrar, estamos enviando para a zona do euro”, disse Yawger.

    Produção de gás natural dos EUA

    Mas o maior problema para o gás natural dos EUA é o fato de que os níveis de estoque estão abaixo das médias históricas, deixando o mercado com menos amortecedor e elevando os preços.

    “Entramos este ano em níveis muito baixos e não nos recuperamos”, disse Yawger.

    A oferta não conseguiu acompanhar a forte demanda por gás. Thummel apontou como os produtores de petróleo e gás dos EUA estão sob pressão de Wall Street para gastar menos em projetos de perfuração caros e mais em dividendos e recompras aos acionistas.

    “Precisamos de mais produção de gás natural nos EUA. Os níveis de produção estão muito baixos”, disse Thummel.

    A boa notícia é que os preços mais altos devem, eventualmente, incentivar mais produção. E os investidores não estão apostando que os altos preços de hoje continuarão. O mercado futuro indica que os preços do gás natural devem ser quase 50% mais baixos neste momento no próximo ano.

    Por outro lado, muito poucas pessoas pensavam há um ano que os preços do gás natural estariam nos níveis de 2008. E ainda aqui estamos.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original