Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Produção de cana-de-açúcar começa a mostrar recuperação

    Diretor da Companhia Nacional do Abastecimento, Sergio De Zen, disse à CNN que recuperação já era esperada pelo o setor

    Sergio de Zen, diretor da Conab
    Sergio de Zen, diretor da Conab Reprodução/CNN Brasil (20.ago.2022)

    Isabella Galvãoda CNN

    Em entrevista à CNN neste sábado (20), o diretor da Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), Sergio De Zen, explicou que recuperação na produção de cana-de-açúcar já era esperada pelo o setor.

    “A gente vem de um período remuneração bastante elevado, principalmente para o açúcar. No mercado internacional, ele teve um crescimento de preço pós-pandemia que foi acentuado e isso baseia um investimento maior em algumas regiões do país.

    A moagem de cana-de-açúcar na segunda quinzena de julho na região Centro-Sul do Brasil teve aumento de 4,3% em relação ao mesmo período do ano passado — foram 2,02 milhões de toneladas a mais de cana processada. Ao total, foram registradas 48,93 milhões de toneladas nesse período e o acumulado da safra é de 282,79 milhões de toneladas.

    Os dados foram divulgados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

    Apesar do aumento, De Zen disse que o setor sucroalcooleiro precisa de mais investimentos.

    “Todos os balanços entre as regiões do Brasil mostram que temos motivos para festejar com uma grande safra, mas há algo para se preocupar. É necessário que o setor invista mais, talvez em genética. É uma reflexão que precisa ser feita”, disse o diretor da Conab.

    Segundo ele, isso é necessário para que o setor grande em produtividade por área plantada. “Principalmente na região Sudeste e Sul, porque a concorrência da cana com a lavoura de soja e milho na mesma área, existe que a produtividade de cana seja maior.

    Veja a íntegra da intrevista.