Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    SP: Bares e restaurantes podem funcionar até a meia-noite a partir deste domingo

    Novas medidas de flexibilização entram em vigor após queda nos índices de internações por Covid-19

    Paula Nobre

    Da CNN, em São Paulo

    A partir deste domingo (1º), todo o comércio do estado de São Paulo pode ampliar o horário de funcionamento e a capacidade de público. Bares, restaurantes, por exemplo, estão autorizados a funcionar até a meia-noite com até 80% do espaço ocupado – antes, o horário permitido era das 6h às 23h, e com 60% da capacidade.

    O acesso de clientes a shoppings, galerias, lojas de rua, bares e restaurantes deverá ser interrompido às 23h, com atendimento permitido até meia-noite. Todas as atividades econômicas devem obedecer aos protocolos setoriais de segurança sanitária previstos no Plano SP.

     

    O rodízio de veículos volta ao horário normal – das 7h às 10h e das 17h às 20h e não mais à noite. O toque de recolher durante a noite também deixa de existir. As medidas valem até o próximo dia 16 e a promessa do governo estadual é acabar com restrições de horários a partir de 17 de agosto.

     

    Bares e restaurantes passam a funcionar até a meia-noite em São Paulo (31.Jul.21
    Bares e restaurantes passam a funcionar até a meia-noite em São Paulo (31.Jul.2021)
    Foto: Reprodução/CNN

     

    Eventos com aglomerações – casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público, entre outros – continuam proibidos em todo o estado, com possibilidade de reabertura condicionada aos resultados de eventos-modelo sob supervisão das autoridades de saúde e averiguação pelo Centro de Contingência do Coronavírus. 

    Também seguem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, condicionadas ao cumprimento de protocolos de higiene e distanciamento social. A flexibilização acontece após o avanço da vacinação contra Covid-19 no estado e queda no número de internações.