Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Britney Spears se junta a Elton John no hit “Hold Me Closer”; ouça

    Lançamento da música acontece após hiato de seis anos da cantora norte-americana

    Getty Images

    Toyin Owosejeda CNN

    Após um hiato de seis anos, Britney Spears fez seu retorno musical nesta sexta-feira (26) com o lançamento de “Hold Me Closer”, sua colaboração com Elton John.

    A música, que é uma releitura eletrônica do hit de 1971 de John, “Tiny Dancer”, marca o primeiro lançamento de Spears desde a vitória legal em novembro passado que a libertou da tutela de 13 anos que controlava sua carreira e vida pessoal.

    No ano passado, Spears revelou que se afastou da música e se apresentou depois que a curadoria “matou meus sonhos”. Seu último álbum, “Glory”, chegou em 2016.

    Antes do lançamento de “Hold Me Closer”, Spears tuítou que está aprendendo que “todo dia é uma lousa limpa para tentar ser uma pessoa melhor e fazer o que me faz feliz”. Ouça a música abaixo:

    Ela acrescentou que queria ser “destemida como quando eu era mais jovem”.

    John disse que foi inspirado a unir forças com Spears por seu marido, David Furnish, acrescentando que acredita que o dueto dará a ela um impulso de confiança muito necessário após um “momento traumático”.

    “Estou muito animado por poder fazer isso com ela, porque se for um grande sucesso, e acho que pode ser, isso lhe dará muito mais confiança do que ela já tem e ela perceberá que as pessoas realmente a amam e querem que ela seja feliz”, disse ele em entrevista ao jornal Guardian.

    Uma rápida varredura nas mídias sociais e parece que os fãs estão encantados com o lançamento conjunto.

    “Uma música tão legal e linda, vocês formam um time maravilhoso! Sentimos tanto a sua falta Brit, você não pode imaginar o quão feliz me faz ouvir você cantando novamente”, escreveu um fã no Twitter.

    Outro disse: “Bem-vinda de volta! Hold Me Closer é fantástico! Você soa tão bem!”.

    Entre os críticos de música, no entanto, a opinião foi mais dividida.

    Premiando a música com uma classificação de quatro estrelas, Michael Cragg, do Guardian, observa que Spears “joga alguns ‘sim’ brincalhões, improvisações que parecem gritos reais de alegria, em vez das manobras robóticas de alguém sendo transportado do estúdio para o carro esperando.”

    Ele acrescenta que “Spears parece sugerir encontrar isso para si mesma novamente na música. Mesmo que isso seja único – e quem pode culpá-la se ela não quiser voltar ao pop em tempo integral – parece que o suficiente.”

    De acordo com Christian Allaire, da Vogue, “há algo sobre a voz de Britney e uma faixa dançante que combinam extremamente bem – como vinho tinto e uma cesta de pão. Ela faz coisas com seu tom vocal que todas as outras garotas pop simplesmente não conseguem. É por isso que ela é a verdadeira princesa do pop.”

    Escrevendo no Times do Reino Unido, no entanto, o crítico Will Hodgkinson não estava tão entusiasmado. Ao dizer que “o retorno de Britney Spears deve ser recebido de braços abertos”, ele descreveu “Hold Me Closer” como um “remix sem sangue” que “não dá espaço para Spears brilhar enquanto também mata a magia do original”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original