Eric Clapton e outros famosos já deram declarações polêmicas sobre vacina; veja

Vacinas contra a Covid-19 reduzem chances de morte e internação

O guitarrista Eric Clapton dá entrevista ao canal Oracle News
O guitarrista Eric Clapton dá entrevista ao canal Oracle News Foto: Reprodução/YouTube

Anna Satie, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em um vídeo publicado nesta semana, o guitarrista Eric Clapton reclama que não tem mais tanto contato com os amigos após ter se manifestado contra as vacinas da Covid-19.

“Tentei entrar em contato com outros músicos. Eu simplesmente não tenho mais notícias deles. Meu telefone não toca com muita frequência. Não recebo mais tantas mensagens de texto e emails”, disse ele ao canal Oracle Films. Mas Clapton não é o único.

 

Em maio, foi publicada uma carta em que o músico diz ter tomado a vacina da AstraZeneca e sofrido “efeitos colaterais severos”, que duraram por vários dias. “A propaganda disse que a vacina era segura para todos”, escreveu.

Vale ressaltar que os efeitos colaterais das vacinas contra a Covid-19, assim como os de qualquer vacina, são comuns e representam sintomas muito mais brandos do que uma real infecção pela doença poderia causar. Além disso, ter sintomas pode ser um bom sinal para a efetividade da vacina. Saiba quais são os efeitos colaterais das vacinas contra a Covid-19 em uso no Brasil.

Clapton está longe de ser a única celebridade a dar declarações desse tipo. Vários artistas e pessoas notáveis já se manifestaram ou fizeram publicações nas redes sociais que levantam dúvida sobre a segurança e a eficácia dos imunizantes.

Como dito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, as vacinas são a “esperança para pôr fim à pandemia”. Elas garantem a proteção porque previnem a doença, especialmente nas formas graves, reduzindo as chances de morte e internações.

Embora não impeça o contágio e nem a transmissão do vírus, a vacinação é essencial, já que induz o sistema de defesa do corpo a produzir imunidade contra o coronavírus pela ação de anticorpos específicos, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

Veja algumas celebridades que já se manifestaram contra a vacina:

Elon Musk

O multibilionário publicou no Twitter que tinha dúvidas quanto à segurança da segunda dose da vacina. Antes, ele disse ao jornal The New York Times que nem ele ou a família tomariam o imunizante, pois não estavam em risco. Ele também chamou as medidas de contenção do vírus de “fascistas” no ano passado ao tentar manter as fábricas da Tesla na Califórnia abertas.

Depois, ele publicou na mesma rede social que apoiava as vacinas e que a ciência é “inequívoca”.

Letitia Wright

A atriz que interpretou Shuri no filme “Pantera Negra” deletou as redes sociais após compartilhar um vídeo que colocava dúvidas sobre a vacina contra Covid-19. Depois, ela publicou que a intenção do post não era machucar ninguém. “Minha única intenção ao postar o vídeo foi levantar minhas preocupações com o que a vacina contém e o que estamos colocando nos nossos corpos”, escreveu.

Kanye West

O rapper já disse que a vacina era a “marca da besta” e que eram uma maneira de “colocar chips dentro de nós”. “Tantos dos nossos filhos estão sendo vacinados e paralisados. Então, quando dizem que a maneira de consertar a Covid é com uma vacina, fico extremamente cauteloso. Essa é a marca da besta. Eles querem colocar chips dentro de nós, querem fazer todo tipo de coisa para que não possamos atravessar os portões do céu”, disse ele em entrevista à revista Forbes.

Maite Perroni

A ex-RBD foi criticada por fãs após comentar sobre a vacina em uma transmissão ao vivo ao lado dos ex-colegas de banda. A mexicana disse não se sentir confortável em tomar a vacina e que esperava que ela não fosse obrigatória.

M.I.A.

A cantora e rapper publicou no Twitter que, se tivesse que escolher entre a vacina ou um chip, preferiria a morte. Em outro post, ela diz que a maior parte da ciência está ligada aos negócios, e que a melhor coisa é a prevenção. A intérprete de ‘Bad Girls’ e ‘Paper Planes’ disse ainda que se arrependia de ter vacinado o filho, atualmente com 11 anos.

Elizângela

Em dezembro do ano passado, a atriz e cantora Elizângela –que estrelou em novelas como Império, A Força do Querer, A Dona do Pedaço, A Favorita, e outras– publicou uma imagem no Instagram com uma seringa e os dizeres: “Penetração forçada sem consentimento é estupro”.

Regina Duarte

A ex-secretária de Cultura publicou, em janeiro deste ano, um texto assinado por Mônica Fraga que põe em xeque a efetividade das vacinas contra Covid-19. Depois de uma série de perguntas que mostram que pessoas vacinas têm que continuar tomando as medidas de proteção adequadas até que a transmissão seja contida, as imagens questionam: “Que diabos esta vacina está realmente fazendo?”.

Mais Recentes da CNN