Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Filme de Johnny Depp é aplaudido por 7 minutos em Cannes e emociona ator

    Revista "Variety" publicou vídeo em que Depp aparece com olhos lacrimejados durante a ovação

    Lisa Respers France

    Johnny Depp estava com os olhos marejados após a recepção calorosa de seu filme no Festival de Cinema de Cannes na terça-feira (16). Em um vídeo compartilhado nas redes sociais pela revista “Variety” Depp aparece visivelmente emocionado durante sete minutos de aplausos por seu filme, “Jeanne du Barry”, no qual ele interpreta o ex-rei da França Luís 15.

    Foi o primeiro filme do ator desde um julgamento por difamação com sua ex-esposa Amber Heard no verão passado. Um júri considerou ambos responsáveis por difamação em seus processos um contra o outro, mas concedeu mais danos a Depp.

    Na coletiva de imprensa do filme em Cannes, o ator falou sobre “cochichos abstratos” e disse que “a maior parte do que você leu nos últimos quatro ou cinco anos… em relação a mim e à minha vida, o que você leu é fantasticamente, ficção horrivelmente escrita.”

    “O foco deveria estar simplesmente no fato de que é um milagre fazer um filme que nos interessa em primeiro lugar”, disse ele. “Você ganha ali mesmo”, completou.

    A “Variety” relatou que Depp também disse: “Não me sinto boicotado por Hollywood porque não penso em Hollywood”.

    “Jeanne du Barry” conta a história de Jeanne Bécu, condessa du Barry, conhecida como Madame du Barry e amante do rei Luís 15. Em abril, o chefe de Cannes, Thierry Frflictax, conversou com o “Deadline” sobre a decisão de abrir o festival com o filme de Depp, chamando-o de “um belo filme”.

    “O filme de abertura também tem que sair simultaneamente nos cinemas franceses; não colocamos filmes de plataforma nesse espaço, porque queremos que a França participe do festival”, disse Frflictax. “O filme é um sucesso, e Johnny Depp [como Luís 15] está magnífico nele”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original