Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Gérard Depardieu é acusado de violência sexual por 13 mulheres

    Famoso ator francês teria cometido os atos em sets de filmagens entre 2004 e 2022, de acordo com as denúncias. Ele já havia sido acusado de ter cometido estupro em 2018

    O ator francês Gérard Depardieu, em 2017
    O ator francês Gérard Depardieu, em 2017 Artyom Geodakyan/TASS

    O ator francês Gérard Depardieu é acusado de violência sexual por 13 mulheres. De acordo com as acusações, os atos teriam ocorrido no set de diferentes produções entre 2004 e 2022. Elas deram seu depoimento sobre a atitude do ator durante as filmagens em uma pesquisa realizada pelo Mediapart.

    Esta não é a primeira vez que Depardieu é alvo de acusações de violência sexual. Em 2020, o ator de “Ciranot de Bergerac”, “Asterix” e dezenas de outros filmes foi atingido pelas acusações depois que a atriz francesa Charlotte Arnould, 33, o acusou de estuprá-la em sua mansão em Paris em 2018. Seus representantes não comentaram as novas denúncias.

    De acordo com as denunciantes – todas atrizes que trabalharam com Depardieu em algum momento – ele teria introduzido a mão em suas partes íntimas. O ator também foi apontado como o autor de várias ofensas contra as colegas de trabalho nos sets. A maioria das vítimas não apresentou queixa formal à Justiça, apesar de três terem prestado depoimento, geralmente desmotivadas pelo pouco caso dado às denúncias por parte dos diretores das produções.

    Caso seja condenado, Depardieu pode ser punido com até sete anos de prisão, além de ter de pagar uma multa de 100 mil euros.

    (Publicado por Fábio Nascimento, com informações da Reuters)