Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Zeca Pagodinho comemora Dia de São Jorge e lança “Ogum” com feat de Djonga

    Devoto do santo, o sambista aproveitou a data para divulgar o primeiro single do projeto "Zeca Pagodinho 40 Anos Ao Vivo"

    Zeca Pagodinho e Djonga apresentam o sucesso do sambista "Ogum", uma homenagem ao orixá e a São Jorge.
    Zeca Pagodinho e Djonga apresentam o sucesso do sambista "Ogum", uma homenagem ao orixá e a São Jorge. Reprodução/ YouTube

    Fernanda Pinottida CNN

    em São Paulo

    Devoto de São Jorge, Zeca Pagodinho comemora o dia do santo, em 23 de abril, todos os anos. Nesta terça, o músico também aproveitou para lançar uma nova versão de seu grande sucesso “Ogum”, com a participação do rapper mineiro Djonga.

    O single também é o primeiro do projeto “Zeca Pagodinho 40 Anos Ao Vivo” a ser divulgado nas plataformas digitais.

    Em um post no Instagram de Zeca, a legenda diz: “Viver é matar um dragão por dia e hoje celebramos nossa devoção a São Jorge. Que levanta seu escudo protetor e nos protege, que nos dá confiança e traz bonança para nossos corações.”

    “Nesse 23 de abril, Zeca Pagodinho lança uma nova versão de “Ogum”, música de Claudemir e Marquinhos PQD, que se tornou uma das mais emocionantes preces nas rodas de samba desse país”, acrescenta o post. “Escuta alto, agradeça, e se junte nessa imensa legião de Jorge!”

    Sincretismo religioso entre São Jorge e Ogum

    São Jorge se potencializou no Brasil também por conta do sincretismo religioso com orixás cultuadas na Umbanda e no Candomblé, religiões perseguidas no país por séculos. A associação com santos cristãos foi uma ferramenta encontrada para manter sua fé em segurança, sob disfarce.

    Em estados como o Rio de Janeiro e São Paulo, a imagem de São Jorge foi sincretizada com Ogum, o orixá do aço, das lutas e batalhas. Já na Bahia, o santo guerreiro é associado com Oxóssi, orixá da caça e das matas.

    Oração de São Jorge na música brasileira

    A oração de São Jorge tem presença tão marcada na cultura popular que já foi musicada e regravada inúmeras vezes, sobretudo por artistas devotos do santo de Ogum.

    Em 1975, no álbum “Solta o Pavão”, Jorge Ben Jor gravou sua versão, “Jorge da Capadócia”. Ela, inclusive, foi refeita por Zeca Pagodinho e adicionada a “Ogum”. Alcione e Maria Bethânia também fizeram canções em homenagem ao santo.

    Assista à gravação de “Ogum”, de Zeca Pagodinho, com participação de Djonga