Hamilton vence GP da Hungria e iguala recorde de Schumacher na F-1

Piloto britânico da Mercedes assumiu a liderança da temporada encurtada, agora à frente do colega de equipe Bottas

Da CNN
19 de julho de 2020 às 12:15 | Atualizado 19 de julho de 2020 às 12:22
O piloto britânico Lewis Hamilton assume a liderança da temporada 2020 da Fórmula 1
Foto: Dan Istitene/Getty Images North America/Getty Images

O piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, foi o vencedor do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, a terceira etapa do Mundial em 2020, disputada neste domingo (19) no circuito de Hungaroring.

Lewis foi seguido pelo holandês Max Verstappen, da Red Bull, e pelo finlandês Valtteri Bottas, também da Mercedes.

Foi a oitava vitória de Lewis no GP da Hungria, o que o fez igualar uma marca histórica do alemão Michael Schumacher: a do maior número de triunfos na mesma prova. O alemão sete vezes campeão do mundo acumulou oito vitórias na França na sua carreira.

Com o resultado neste domingo, Lewis assumiu a liderança da temporada, que começou com atraso, em julho, por causa da pandemia do novo coronavírus. Ele tem agora 63 pontos, cinco a mais do que o seu companheiro de equipe, Bottas. Em terceiro lugar no Mundial está Verstappen, com 33 pontos.

Leia também:
Na Hungria, Hamilton faz 90ª pole position da carreira na Fórmula 1
Ainda fora do calendário da FIA, Doria diz que SP vai receber Fórmula 1 em 2020
Fórmula 1 recebe sinal verde para começar em julho, no GP da Áustria

Atual tricampeão do mundo e dono de seis títulos mundiais, Hamilton pode igualar o recorde de Schumacher como maior campeão da história nesta temporada.

A próxima etapa da temporada 2020 será o Grande Prêmio especial dos 70 anos da Fórmula 1, no lendário circuito britânico de Silverstone, na Inglaterra, no dia 16 de agosto.

A menos que haja mudanças, a temporada deste ano terá apenas oito corridas, todas realizadas na Europa. Por enquanto, o Brasil está fora do calendário.