Brasileiras se tornam primeiras a comandar jogo masculino em competição da Fifa

Juíza Edina Alves e auxiliar Neuza Back, ao lado da argentina Mariana de Almeida, formam trio feminino em partida do Mundial de Clubes no Catar

A assistente Neuza Back (E) e a árbitra Edina Alves se tornaram as primeiras mulheres a comandar partida oficial masculina em torneio da Fifa
A assistente Neuza Back (E) e a árbitra Edina Alves se tornaram as primeiras mulheres a comandar partida oficial masculina em torneio da Fifa Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A juíza brasileira Edina Alves e a auxiliar Neuza Back fizeram história neste domingo (7) ao comandarem a partida entre Al Duhail, do Catar, e Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul, em partida que define o 5º lugar do Mundial de Clubes.

Isso porque elas fizeram parte do primeiro trio de arbitragem 100% feminino a comandar um jogo masculino profissional de uma competição organizada pela Fifa. A dupla brasileira foi acompanhada pela auxiliar Mariana de Almeida, da Argentina.

Além das três, ainda completam a equipe de arbitragem: o quarto árbitro Abdelkader Zitouni (TAH), o auxiliar reserva Humberto Panjoj (GUA) o árbitro de vídeo Nicollas Gallo (COL) e o auxiliar do árbitro de vídeo Julio Bascunan (CHI).

A partida foi vencida pelo Al Duhail por 3 a 1, com gols de Edmilson Junior, Mohammed Muntari e Almoez Ali. Yoon Bit-garam descontou para os sul-coreanos.

Em nota publicada em seu site, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) afirmou que a “expectativa pela escalação de Edina e Neuza no Mundial de Clubes existia desde a indicação das duas para a competição, no fim de 2020”. 

As brasileiras já tinham atuado neste Mundial na partida entre Tigres e o mesmo Ulsan Hyundai. Edina Alves foi a quarta árbitra do jogo, enquanto Neuza Back esteve como auxiliar reserva. 

Mais Recentes da CNN