Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Diego fala do desafio de se concentrar em Maracanã vazio em decisão do Carioca

    Flamengo conquistou 36º título do campeonato

    Ouvir notícia

    Em um Maracanã sem a presença de público, o Flamengo derrotou o Fluminense por 1 a 0, com um gol do atacante Vitinho nos acréscimos, e conquistou o seu 36º título do Campeonato Carioca na noite desta quarta (15). Em entrevista à CNN na manhã desta quinta-feira (16), Diego, meio-campista do clube carioca, comentou a vitória em meio à pandemia do novo coronavírus.

    “É uma sensação estranha e eu não tenho medo, estamos nos sentindo seguros em relação à volta, com todos os cuidados. Em relação ao ambiente do estádio é bem diferente. Nós perdemos um pouco mais do que as outras equipes pois sempre jogamos com 60 a 70 mil pessoas e toda atmosfera é um ‘plus’ que nós temos [na hora do jogo]. Nós temos que nos reinventar para manter a concentração e o alto nível de dedicação. É um desafio, mas estamos conseguindo superar porque é a realidade deste momento não só no Brasil, mas no mundo.”, relembrou.

    Leia também:

    Flamengo vence Bangu no retorno do primeiro estadual do país

    Questionado sobre a permanência do técnico Jorge Jesus no clube, Diego afirma que é “uma decisão particular”, no entanto, não esconde a torcida para que o português permaneça à frente da equipe. “É um orgulho fazer parte deste elenco. Estar vivendo tudo isso com o Flamengo é um privilégio. O importante é continuar sendo uma peça importante dentro deste elenco. A possibilidade de Jorge Jesus sair, neste momento, é apenas uma possibilidade. Nós temos uma confiança muito grande em cima dele, lógico que queremos que ele fique, mas ao mesmo tempo, demonstramos para ele a liberdade. Ele tem que estar feliz e é o que mais importa”, finalizou.

    (Edição: Leonardo Lellis)

    Mais Recentes da CNN