Hotel com judocas brasileiros no Japão afasta cinco funcionários por Covid-19

COB afirma que brasileiros não tiveram contato com os funcionários locais

Leonardo Lopes, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O hotel na cidade japonesa de Hamamatsu, que hospeda a delegação brasileira de judô para os Jogos Olímpicos de Tóquio, registrou cinco casos de Covid-19 entre seus funcionários. Todos foram afastados. A informação foi anunciada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), nesta terça-feira (13), durante coletiva de imprensa virtual que marcou a abertura da Missão Brasileira em Tóquio.

De acordo com Ana Carolina Côrte, coordenadora médica do COB, os casos de Covid-19 foram confirmados antes da chegada dos judocas brasileiros no hotel. Ela acrescentou que os brasileiros não tiveram contato com os funcionários locais.

 O COB afirma que os atletas brasileiros em Hamamatsu já testaram negativo desde que os casos no hotel foram registrados.

De acordo com a sub-chefe da missão, Manoela Penna, seis judocas estão na cidade litorânea, que fica a cerca de 250 quilômetros de Tóquio. Outros sete atletas ainda vão completar a delegação no local.

A ginástica rítmica e o tênis de mesa também serão disputados em Hamamatsu, mas os atletas ficarão em outro hotel no centro da cidade – mais próximos dos locais de competição das modalidades.

O Comitê Olímpico mantém contato diário com a prefeitura de Hamamatsu, que relata diariamente os resultados da testagem no hotel dos judocas.

A coordenadora médica do COB afirma que, neste momento, não há casos positivos entre os outros funcionários testados.

“Desde que foram confirmados os casos positivos, foram isoladas todas as pessoas que tiveram contato próximo com os funcionários. Desde a chegada no hotel de Hamamatsu, a nossa delegação brasileira possui um elevador privativo, não participa de nenhuma área social do prédio, então não há realmente contato nenhum com os funcionários do hotel”, declarou Ana Carolina Côrte.

O diretor de esportes do COB, Jorge Bichara, reafirmou que a situação está sob controle – afastando a possibilidade dos judocas precisarem ser hospedados em outro local.

“Temos um plano B para aplicar caso a situação no hotel se agrave, mas a situação está segura nesse momento”, complementou.

Durante a coletiva de imprensa, o COB explicou o protocolo de segurança que está em vigor para a Olimpíada. Além do isolamento em áreas exclusivas dos hotéis, os atletas passarão por testagem diária para Covid-19, por exemplo.

Entre os 301 brasileiros que participarão dos Jogos Olímpicos, 271 já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19 – o que representa 90% dos atletas. Do total, 226 deles já estão completamente imunizados contra o coronavírus.

*Sob supervisão de Julyanne Jucá.

Funcionário checa a temperatura de homem
Funcionário checa a temperatura de homem durante apresentação à imprensa do Village Plaza, parte da vila ollímpica de Tóquio – 20.jun.2021
Foto: Takashi Aoyama/Getty Images

Mais Recentes da CNN