Na volta de Renan, seleção de vôlei supera Tunísia na estreia nas Olimpíadas

Brasil enfrentou dificuldades nos dois sets iniciais, mas começou bem a campanha em Tóquio

Douglas Souza entrou em quadra no segundo set e ajudou o Brasil a vencer a Tunísia
Douglas Souza entrou em quadra no segundo set e ajudou o Brasil a vencer a Tunísia Foto: Frank Augstein/AP

Leandro Silveira, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

Atual campeã olímpica, a seleção brasileira masculina de vôlei enfrentou mais dificuldades do que se imaginava nos dois sets iniciais, mas estreou com vitória nos Jogos de Tóquio. Neste sábado, derrotou a Tunísia por 3 a 0, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/15, em 1 hora e 21 minutos. 

Walace e o tunisiano Ben Tara foram os maiores pontuadores da partida, com 13 acertos cada. Além disso, Lucarelli e Douglas Souza, que iniciou o duelo entre os reservas, fizeram dez pontos para a seleção. 

Além de carregar o status de campeão nas Olimpíadas do Rio, o Brasil também venceu a Liga das Nações neste ano, o que aumentou a expectativa para a sua participação nos Jogos de Tóquio. 

De volta ao banco da seleção depois de longo período afastado para se recuperar do coronavírus, o técnico Renan Dal Zotto colocou o Brasil em quadra com Bruninho, Wallace, Leal, Lucarelli, Isac e Lucão, além do líbero Thales. E com essa formação, a seleção teve um início ruim de jogo. 

A equipe cometeu muitos erros, especialmente na recepção, e foi aos dois tempos técnicos perdendo, por 8 a 4 e 16 a 13. Mas foi exatamente após o segundo que a seleção reagiu, conseguindo a virada para 17 a 16. E, mesmo sem brilho, fechou o placar em 25 a 22 com um bloqueio de Lucarelli em Ben Tara, principal destaque da Tunísia. 

Apesar da vantagem, o Brasil voltou a enfrentar dificuldades no segundo set. A equipe sofria para superar o bloqueio da Tunísia e chegou a estar perdendo por 10 a 6. A reação, dessa vez, veio um pouco antes, com a virada para 16 a 15, após a entrada de Douglas Souza, que melhorou o passe da equipe. E foi dele o ponto que garantiu o triunfo por 25 a 20. 

Para o terceiro set, Renan trocou Leal por Douglas Souza logo de início. E o Brasil controlou a parcial desde o começo, não correndo riscos, a ponto de ter aberto 11 a 3 rapidamente. O treinador, então, aproveitou para rodar o elenco da seleção. E, mesmo assim, o jogo foi fechado com facilidade, por 25 a 15, em um ataque de Douglas. 

Na disputa do vôlei nas Olimpíadas, as seleções estão divididas em dois grupos de seis, com os quatro melhores avançando às quartas de final. O Brasil voltará a jogar na terça-feira, às 9h45 (horário de Brasília), diante da Argentina. Os demais compromissos vão ser contra Rússia, Estados Unidos e França. 

Mais Recentes da CNN